Testament: baixista Steve Digiorgio testou positivo para o COVID-19

by Marcos Gonçalves

O baixista do Testament, Steve DiGiorgio, testou positivo para COVID-19, a doença causada pelo novo coronavírus.

Os resultados dos testes de DiGiorgio foram revelados pelo vocalista do Testament, Chuck Billy, que foi um dos primeiros músicos de Heavy Metal a compartilhar seu próprio diagnóstico de COVID-19.

Billy disse anteriormente que “estava se sentindo mal” desde que voltou para a Bay Area de São Francisco no mês passado, após a conclusão da turnê européia “The Bay Strikes Back 2020” com Exodus e Death Angel.

Falando a Joshua Toomey, do “Diabolus In Podcastica“, sobre sua decisão de tornar público os resultados positivos dos testes dele e de sua esposa, Chuck disse (ouça o áudio, em inglês, abaixo): “Era quase nosso dever dizer algo. Felizmente, chegamos em casa fora da estrada e estávamos isolados imediatamente. Então, na verdade, não vimos ninguém. Mas é definitivamente uma doença desagradável. Quero dizer, estamos começando a nos sentir melhor, mas não diria que estou cem por cento. Então eu não sei — ainda sou contagioso? Eu não sei.

Steve, nosso baixista, acabou de testar na quinta-feira, recuperou os resultados e eles são positivos“, continuou Billy. “E isso aconteceu algumas semanas depois de se sentir doente. Por isso, nos fez pensar: ‘Ainda estamos contagiosos?’, Embora os médicos e o CDC [Centros de Controle e Prevenção de Doenças] nos dissessem: ‘Vá em frente e vá para as lojas. Saia. Use uma máscara. Mas você simplesmente não sabe. Não sabemos se estamos doentes ou não.

Listen to “Chuck Billy (Testament) Interview” on Spreaker.

Fonte: Blabbermouth

You may also like

EnglishItalianJapanesePortugueseSpanish