Roadie Metal Cronologia: Tankard – Vol(l)ume 14 (2010)

by "Metal Mark" Garcia

A verdade é que, em termos de letras, o Thrash Metal foi ficando cada vez mais chato. Em tudo, a postura politizada de muitos acabou criando uma aura ilusiva de um estilo de esquerda, quando na realidade, o Metal como um todo é, antes de tudo, uma forma de diversão. E nisso, os alemães do TANKARD sempre foram mestre, pois apesar de uma ou outra letra mais séria, o lance deles é mesmo divertir os fãs e se divertirem com a música. E verdade seja dita: é uma banda que o inesperado não é com eles, são quase uma versão Thrash Metal alemã do AC/DC, como se percebe em “Vol(l)ume 14”, de 2010.

Pesado e bruto, capaz de fazer as paredes tremerem e estragarem o churrasco de fim de semana de seu vizinho pagodeiro/funkeiro, o quarteto sempre teve traços de Rock ‘n’ Roll sujo à lá MOTÖRHEAD para dar um tempero, bem como sabem tocar mais melodioso quando necessário. Mas eles não recebem o título de “membro do Big Four alemão do Thrash Metal” à toa: sua música consegue equilibrar bem a fúria do Thrash Metal com melodias e muita diversão. Ainda bem!

Michael Mainx (produção, mixagem), Manfred Schwing (produtor assistente), e Manfred Melchior (masterização) conceberam uma sonoridade bem limpa a “Vol(l)ume 14”, mas sólida e pesada, caprichando no nível de distorção. Além disso, como o quarteto prefere algo mais simples (para poderem reproduzir ao vivo), pouca coisa além do que fariam. Por isso, o disco tem uma ambientação mais solta.

“Time Warp” abre com partes limpas e melodiosas, e depois vira um apocalipse Thrasher insano, com ótimas partes de baixo e bateria, e os vocais são ótimos; o jeito mais divertido de algumas partes de “Fat Snatchers (The Hippo Effect)” (que tem momentos mais velozes e outros um pouco mais lentos, sempre com grande performance dos vocais), o jeito não tão rápido de “Black Plague (BP)” (baixo e  bateria        firmes na solidez rítmica do grupo), a ganchuda “Somewhere in Nowhere”, os contrastes de “The Agency”, e a raçuda “Condemnation” com seus bumbos duplos ocasionais são as melhores, mas quem é fã da banda, já sabe o que esperar deles.

Mesmo não sendo um clássico deles, “Vol(I)ume 14” mantém a tradição do TANKARD de fazer bons discos e proporcionar aos fãs diversão.

Formação

Gerre – Vocais

Andy Gutjahr – Guitarras

Frank Thorwarth – Baixo, Backing Vocals (backing)

Olaf Zissel – Bateria

Músicas

01 Time Warp

02 Rules for Fools

03 Fat Snatchers (The Hippo Effect)

04 Black Plague (BP)  

05 Somewhere in Nowhere

06 The Agency

07 Brain Piercing öf Death

08 Beck’s in the City

09 Condemnation

10 Weekend Warriors

8/10

You may also like

EnglishItalianJapanesePortugueseSpanish