Taylor Momsen, vocalista do The Pretty Reckless , falou recentemente com a personalidade de rádio do 100.3 The X Rocks, Big J, sobre a incapacidade de sua banda em fazer uma turnê durante a pandemia de coronavírus. “São tempos de loucura”, disse ela (veja o vídeo abaixo). “Eu não sei o que dizer. É uma chatice de verdade. Nós deveríamos estar em turnê agora. Tivemos algumas das melhores turnês da nossa carreira. Foram todos os festivais, foram os FOO FIGHTERS , era GUNS N ‘ROSES , era PEARL JAM– a lista continua – e depois de três anos basicamente em quarentena, eu estava realmente pronto para voltar ao mundo e muito animada para tocar o novo material ao vivo, e o círculo não parece completo sem poder fazer isso. Mas temos que ser pacientes. Sobreviva a tempestade, espere”.

“Eu sei que música ao vivo e rock and roll, não vão desaparecer para sempre – não pode”, continuou ela. “é sangue vital. As pessoas precisam, os músicos precisam. Então, eu sei que os músicos descobrirão uma maneira de fazê-lo. Nós descobriremos uma maneira de tocar. Eu sei que eles estão falando de concertos de cinema e outras coisas agora. Obviamente, são vídeos em quarentena que são uma grande coisa. Mas vamos descobrir. Estou ansioso para que uma vez que nós quatro possamos entrar em uma sala juntos e começar a tocar, o peso irá começar a levantar e vamos descobrir a partir daí “.

Momsen confirmou recentemente em uma entrevista separada com a estação de rádio WRIF de Detroit, que o guitarrista do Rage Against the Machine, Tom Morello, foi convidado do The Pretty Reckless para uma participação em uma faixa chamada “And So It Went”, a qual fará parte do próximo álbum, intitulado “Death By Rock And Roll”.