Apesar de não ser exatamente uma banda prog metal ou prog rock, o Slanderus, dos Estados Unidos, escolheu uma versão da clássica “Limelight”, do ícone canadense Rush, para homenagear apresentando uma versão da banda. Ou seja, além de ousados, ainda escolheram algo complexo para executar.

E eles acertam, porque respeitam as estruturas da canção, mas também seus próprios limites. Dão um peso extra às guitarras, que aprecem mais viscerais, mostram uma cozinha poderosa (como deve ser), mas que soa na simples na medida e os vocais complementam o tom alternative rock que a canção ganha em seu novo contorno. Aprovado!