Roadie Metal Cronologia: Type O Negative – October Rust (1996)

Peter Steele sempre foi um cara muito polêmico e de um estilo peculiar, isso ele mostra perfeitamente no Type O Negative, com seu jeito misógino, preconceituosa e cínico. Mas é aí que tudo fica interessante, segundo o mesmo, o público não está preparado intelectualmente para entender a banda.

Desde o seu primeiro álbum, “Slow, Deep And Hard” (1991), a banda vem evoluindo bem o seu som, com uma estrutura melódica e depressiva que são muito interessantes de se ouvir. Claro que houveram coisas bizarras, como o falso álbum ao vivo “The Origin Of The Feces” (1992), que na verdade era uma apresentação no estúdio com barulho da plateia acrescentado depois. Algo realmente muito ruim que a própria banda não curtiu, inclusive a capa.

Mas, estamos aqui pra falar de “October Rust“, lançado em 1996 pela Roadrunner Records. Aqui, Steele recrutou Johnny Kelly para substituir Sal Abruscato nas baquetas.

O álbum se acentuou mais ainda no lado melódico da banda, já explorado muito bem em “Bloody Kisses” (1993). As faixas longas, tensas, com aquele tom depressivo, com o teclado em evidência casando muito bem com os riffs no estilo Sabbath deixaram tudo muito bem estruturado. Claro que as batidas mais puxadas para o Pop da época incomodaram um pouco, mas nada que estragasse a experiência.

Love You to Death” é umas das faixas de destaque, juntamente com “My Girlfriend’s Girlfriend” e “Cinnamon Girl“, essa cover de Neil Young.

O que é muito curioso é que tanto na abertura quando no finalização do álbum, ouvimos Steele agradecendo o ouvinte pela aquisição, o que escancara o lado comercial buscado e atingido no álbum.

O Type O Negative mergulhou de cabeça na temática gótica em “October Rust”, atingindo talvez seu ápice. Mesmo com as críticas negativas dizendo que a banda se vendeu comercialmente, é um álbum principalmente muito bem estruturado, e dentro da proposta da banda, é um grande álbum do estilo, mas não o melhor.

Formação:
Peter Steele (vocal, baixo);
Kenny Hickey (guitarra, vocal de apoio);
Josh Silver (teclado, efeitos, vocal de apoio);
Johnny Kelly (bateria, percussão, vocal de apoio).

Faixas:
01. Bad Ground
02. Untitled [Thanks From The Band] 03. Love You To Death
04. Be My Druidess
05. Green Man
06. Red Water (Christmas Mourning)
07. My Girlfriend’s Girlfriend
08. Die With Me
09. Burnt Flowers Fallen
10. In Praise Of Bacchus
11. Cinnamon Girl (Neil Young cover)
12. The Glorious Liberation Of The People’s Technocratic Republic Of Vinnland By The Combined Forces Of The United Territories of Europa
13. Wolf Moon (Including Zoanthropic Paranoia)
14. Haunted
15. Untitled [Bye From the Band]

Compartilhe:

Tags

Sobre: Marcos Gonçalves

Marcos Gonçalves

Marcos Gonçalves, 26 anos, fã de Metal e suas vertentes. Apaixonado e conhecedor de Metallica, porém acha o Pantera a melhor banda que já existiu. Heavy Metal é seu estilo favorito, mas tem a mente aberta para todas as vertentes. Atualmente trabalha na loja Beco do Disco em Taubaté, SP. A paixão pela música só aumenta e é gratificante poder passar conhecimento à todos.

Você talvez também goste...

Comentários

Inscreva-se em nosso Feed

Esteja atualizado com tudo que acontece na cena Rock/Metal!

Siga-nos!

Comentários Recentes

Siga-nos os bons!