Roadie Metal Cronologia: The Rolling Stones – The Rolling Stones No. 2 (1965)

by Helton Grunge

The Rolling Stones No. 2 (1965) é o segundo álbum de estúdio da discografia britânica da banda inglesa de Rock chamada Rolling Stones. O trabalho foi lançado pela Decca Records no Reino Unido no dia 16 de janeiro de 1965.

No começo da carreira, os Rolling Stones possuíam contratos distintos com gravadores diferentes para produzir e comercializar suas músicas e discos nos Estados Unidos e Reino Unido. Sendo assim, este álbum foi seu segundo no país europeu, apesar de já haver saído um segundo álbum anteriormente para o público americano.

O trabalho soa inferior ao primeiro, principalmente porque os covers escolhidos para o disco não surtiram o efeito esperado e não acrescentaram tanto ao trabalho como poderiam. O disco não é ruim, ainda mais considerando a época em que foi lançado e a baixa gama de referências de onde a banda poderia tirar inspiração para sua obra, mas poderia ter soado um pouco melhor e mais ousado.

As faixas autorais (What a Shame, Grown Up Wrong e Off the Hook) chamam mais a atenção do que as covers escolhidas, sendo aqui parte importante do que a banda viria a demonstrar nos anos seguintes em sua obra. Conseguimos perceber nestas três faixas autorais o princípio da característica e identidade da banda, principalmente nas guitarras.

A sonoridade do álbum transita entre o Rock and Roll característico da época e o R&B, ambos estilos bem marcantes na sonoridade da banda. Enquanto os Beatles eram mais conhecidos pelas suas baladas e sua criatividade de fazer belas canções para se refletir e tocar em rodinhas de amigos com violão, os Rolling Stones apostavam neste trabalho em uma sonoridade mais dançante e animada ou no Blues.

O disco não apresenta grandes momentos marcantes a ponto de soar realmente interessante nos dias de hoje (façanha que a banda conseguiria fazer nos trabalhos seguintes), mas destaco bastante os trabalhos de guitarra da faixa Down The Road Apiece. A faixa apresenta estilo característico da época, mas já demonstrava que as guitarras da banda estavam abrindo caminho para trabalhos bem marcantes que lançariam mais para frente. Na faixa citada, as guitarras são destaque do início ao fim, com ótimos preenchimentos, arranjos e solos.

Em Pain in My Heart já vemos a sonoridade mais Blues em destaque. Aliás, uma das características mais marcantes da banda é soar entre o Rock and Roll e o Blues em seus trabalhos. A levada da faixa é bem contagiante e a voz de Mick Jagger soa muito bem cadenciada.

Off The Hook já apresenta uma sonoridade mais voltada para o Rock and Roll, mais agitada, outra característica interessante da banda. Aqui as guitarras soam bem limpas, diferentes de Down The Road Apiece, porém elas mais uma vez chamam mais a atenção e levam a sonoridade da faixa do início ao fim, preenchendo os espaços da música e sendo destaques.

Para encerrar o trabalho, a banda deixou Susie Q, um trabalho bem executado e, mais uma vez, bem Rock and Roll. Aqui as guitarras não soam tão limpas, a faixa tem uma base em cima de um riff bem contagiante e a guitarra solo é bem marcante e domina as ações. Apesar de ser uma faixa bem curta, é a mais intensa do álbum e realmente deixa a sensação de que a banda estava no caminho certo.

O Rock and Roll ganhava um novo capítulo e a banda começava a escrever seu nome na história da música apresentando características bem distintas de sua sonoridade e de sua atitude. As guitarras ganhavam mais destaque nas músicas e começavam a mostrar o que a banda era capaz de lançar dali em diante.

The Rolling Stones No. 2 – Rolling Stones
Data de Lançamento: 15/01/1965
Gravadora: Decca Recors

Tracklist

01. Everybody Needs Somebody to Love
02. Down Home Girl
03. You Can’t Catch Me
04. Time Is on My Side
05. What a Shame
06. Grown Up Wrong
07. Down the Road a Piece
08. Under the Boardwalk
09. I Can’t Be Satisfied
10. Pain in My Heart
11. Off the Hook
12. Susie Q

Formação:

Mick Jagger – vocal, gaita, pandeiro e percussão
Brian Jones – guitarra e backing vocals
Keith Richards – guitarra e backing vocals
Charlie Watts – bateria e percussão
Bill Wyman – baixo e backing vocals

Músicos adicionais

Jack Nietzsche – piano e pandeiro
Ian Stewart – piano

You may also like

EnglishItalianJapanesePortugueseSpanish