Nazareth lançou em 1982 seu 13º álbum de estúdio, o 2XS. Composta por 11 faixas, o álbum se inicia com a baladinha “Love leads to madness”.  Em seguida, ouvimos “Boys in the band”, música um pouco mais rápida, com destaque para as passagens de teclado que dá à música um toque a mais. “You love another”, terceira música do álbum; mais calma, o refrão, “you love another”,  é repetido à exaustão ao longo da música. A quarta faixa, “Gatecrash”, é uma boa música, a despeito dos elementos de música country que tornam a sonoridade diferenciada das faixas precedentes.  Após a Gatecrash, a 5ª faixa é “Games”, que começa de forma mais intimista e depois se desenvolve numa baladinha, também gostosa de ouvir. A 6ª música do álbum, “Back to the Trenches”,  segue o mesmo padrão das demais músicas.  A 7ª faixa, “Dream on”, é uma música emotiva, num ritmo lento, com vocais marcantes.  A 8ª faixa, “Lonely in the night”, é uma baladinha meio pop, também agradável aos ouvidos.
“Preservation”, a 9º faixa, a meu ver é a mais interessante de todas. Com teclados na sua composição, ela sai um pouco do formato das músicas anteriores. A próxima música, “Take the rap”, 10ª faixa, se torna mais agitada, mais alegre, após sucessões de baladinhas românticas.

Por fim, o álbum se encerra na sua 11ª faixa, de nome “Mexico”. Música lenta, com pouco peso dos instrumentos.

Em linhas gerais o álbum “2xs”, de 1982, é um álbum agradável em sua sonoridade.  Não podemos dizer que é um álbum que inova em seu som mas, para o fã de hard rock, com certeza será considerado um bom álbum.

Nazareth
Álbum: 2Xs
Data de lançamento: Julho de 1982
Gravadora: Vertigo Records

Faixas:

  1. “Love Leads to Madness”
  2. “Boys in the Band”
  3. “You Love Another”
  4. “Gatecrash”
  5. “Games”
  6. “Back to the Trenches”
  7. “Dream On”
  8. “Lonely in the Night”
  9. “Preservation”
  10. “Take the Rap”
  11. “Mexico”

Formação:

Dan McCafferty – vocal;
Manny Charlton – guitarra;
Billy Rankin – guitarra e voz de apoio;
Pete Agnew – baixo e voze de apoio;
John Locke – teclado;
Darrell Sweet – bateria, percussão e voz de apoio.