Roadie Metal Cronologia: Napalm Death – Utopia Banished (1992)

by Daniela Farah

O trabalho de uma banda chamada Morte por Napalm deve soar violento, agressivo, rápido e capaz de desestruturar qualquer ouvido. E é exatamente assim que é. “Barulho é sempre a resposta.”, o lema descrito no site da banda condiz com a opção sonora que vemos por aqui. Muito sons ao mesmo tempo, a ponto de ser quase impossível reparar em tudo já na primeira audição, precisa de uma segunda ou terceira. Mas peraí, música de maneira geral não é assim? É e não é. Como toda forma artística, é a escolha e a combinação dos elementos que faz com que o resultado seja diferente cada vez. No caso do Napalm Death, a sensação é algo como: vamos juntar tudo aí e ver o que sai. Assim surgiu o grindcore, com uma velocidade violenta e vocais para ouvidos selecionados.

Utopia Banished foi lançado em 23 de junho de 1992, através do selo da gravadora  Earache Records. É o quarto álbum do Napalm Death e o segundo álbum do grupo a contar com Mark “Barney” Greenway e Jesse Pintado, continuando a mistura de grindcore com death metal, feito em “Harmony Corruption”. A capa foi feita por Rob Middleton, guitarrista e vocalista, mas que também é conhecido por suas artes visuais nas capas de bandas de metal extremo. 

Para aumentar: I Abstein, The World Keeps Turning, Contemptuous.

Faixa para pular: Idiosyncratic, Upward and Uninterested

Napalm Death – Utopia Banished
Ano de Lançamento: 1992
Gravadora: Earache Records

Tracklist:
01. Discordance
02. I Abstain
03. Dementia Access
04. Christening of the Blind
05. The World Keeps Turning
06. Idiosyncratic
07. Aryanisms
08. Cause and Effect (Part II)
09. Judicial Slime
10. Distorting the Medium
11. Got Time to Kill
12. Upward and Uninterested
13. Exile
14. Awake (To a Life of Misery)
15. Contemptuous

Formação:
Mark “Barney” Greenway – Vocal
Jesse Pintado – Guitarra
Mitch Harris – Guitarra
Shane Embury – Baixo
Danny Herrera – Bateria

You may also like

EnglishItalianJapanesePortugueseSpanish