Roadie Metal Cronologia: Lynyrd Skynyrd – God & Guns (2009)

by Caio Cesar Pontes

Mesmo sendo impactada por diversas fatalidades, sobretudo pela tragédia aérea de 1977, Lynyrd Skynyrd soube lidar e superar com cada uma. Seis anos após o lançamento do ótimo “Vicious Circle”, a lendária banda de southern rock nos presenteava com outro bom feito, nominado “God & Guns”. Lançado em setembro de 2009, o décimo terceiro registro em estúdio do grupo é o último trabalho a contar com o tecladista de longa data Billy Powell e o baixista Ean Evans, que haviam falecido na primeira metade daquele ano. O álbum é também o primeiro sob a chancela da Roadrunner Records e marca a estreia oficial do guitarrista Mark Matejka, que havia assumido as funções em 2006 em substituição à Hughie Thomasson.

Os trabalhos são iniciados pelos dois singles, “Still Unbroken” e “Simple Life”, que reúnem o jeito característico da banda, por meio de letras simples e instrumentalidade direta, contando com belos solos de guitarra. “Little Thing Called You” põe o álbum definitivamente em evidência, apresentando talvez o refrão mais contagiante dentre as demais músicas e contando com o ótimo desempenho de Gary Rossington nas guitarras.

Contrastando com a anterior, “Southern Ways” apresenta uma maior leveza, tendo como um dos destaques a grata melodia do piano. As batidas e a progressão desta muito me lembraram a clássica “Sweet Home Alabama”, e nada melhor do que uma inspiração dentro da própria banda, certo? “Skynyrd Nation”, embora não tenha uma letra que cative, conta com uma ótima jam session entre Matejka e Rickey Medlocke.

Chegamos à bela balada “Unwrite That Song”, que reúne escritos simples com uma vibe country, evidenciando as guitarras e violões. “Floyd”, que conta com a participação de Rob Zombie, parece dar um tom de modernidade para a sonoridade do grupo, mas sem deixar por completo a pegada inerente. De certo é a faixa onde o vocalista Johnny Van Zant mais se destaca, e não que o autor de “Dragula” e “More Human Than Human” tenha ajudado a influenciar isso.

Ao final, outro contraste. A tranquila “That Ain’t My America” é carregada pelo sentimento patriótico tão presente na história da banda, sendo seguida pelas animadas “Comin’ Back For More” e a faixa-título, que também nutre um conteúdo de exaltação à terra natal. “Storm” é a música de menor duração (3:15), mas nem por isso é a menos vibrante. O álbum é finalizado por “Gifted Hands”, que é um tributo ao saudoso tecladista Powell, com um derradeiro e brilhante solo de guitarra.

Se “Vicious Circle” foi um ótimo início para o Lynyrd Skynyrd na década de 2000, “God & Guns” foi um louvável final. É um trabalho capaz de contagiar desde os fãs mais antigos até os novos discípulos do grupo de Jacksonville, que segue numa constante reinvenção e que, certamente, ainda tem muito o que contribuir para o rock mundial.


Lynyrd Snynyrd – God & Guns
Data de lançamento: 29 de setembro de 2009
Gravadora: Roadrunner

Tracklist:
01 – Still Unbroken
02 – Simple Life
03 – Little Thing Called You
04 – Southern Ways
05 – Skynyrd Nation
06 – Unwrite that Song
07 – Floyd
08 – That Ain’t My America
09 – Comin’ Back For More
10 – God & Guns
11 – Storm

12 – Gifted Hands

Formação:
Johnny Van Zant – vocal
Rickey Medlocke –
guitarra, vocal de apoio
Mark Matejka –
guitarra, vocal de apoio
Gary Rossington –
guitarra
Ean Evans –
baixo, vocal de apoio
Michael Cartellone –
bateria
Billy Powell –
teclados

You may also like

EnglishItalianJapanesePortugueseSpanish