Roadie Metal Cronologia: Helloween – The Time of The Oath (1996)

“The Time of The Oath”, sétimo trabalho de estúdio do Helloween, é considerado por muitos fãs como sendo um  dos (senão o) melhores álbuns da banda já na chamada “fase Andi Deris”. E os motivos aparecem de sobra para tais afirmações.

Stickers

Lançado oficialmente no dia 1º de março de 1996 no Japão, 5 de março nos Estados Unidos e 11 de março para o resto do planeta, o novo trabalho traz o que a banda apresentou em seu antecessor “Master of The Rings”, ou seja, uma sonoridade que remete ao passado da banda. São doze faixas onde a banda mergulhou de vez no que sabe fazer de melhor (ouça “Kings Will Be Kings” e você entenderá o que eu digo). Músicas cheias de melodias cativantes, e que de certo modo fizeram com que os fãs pudessem novamente voltar as suas atenções aos novos trabalhos.

Andi Deris assina nada mais nada menos que oito letras, e Michael Weikath as quatro restantes, o que de certo modo deixou uma espécie de “monopólio” dois dois músicos no trabalho. De acordo com o vocalista, “The Time of The Oath” pode ser considerado um álbum conceitual, onde a ideia principal é baseada nas profecias de Nostradamus feitas para os anos de 1994 até 2000. Alguns intérpretes dessas profecias acreditavam que o profeta poderia ter tido a visão da terceira guerra mundial, seguida de um milênio onde os humanos fariam as escolhas corretas. Então cada música é como se fosse os reflexos dessas escolhas da humanidade.

O álbum rendeu três singles: “Power” (canção tocada até os dias de hoje), “The Time of The Oath” e “Forever and One (Neverland)”. A turnê de divulgação teve um sabor especial aos fãs brasileiros. Foi nela que em 28 de agosto de 1996 a banda fez o primeiro show por aqui, no festival Monsters of Rock.

Anos mais tarde, a banda lançaria uma terceira parte do “Keeper of The Seven Keys”, mas diria que pela proposta musical apresentada aqui, em “The Time of The Oath”, poderia muito bem ter herdado esse legado. Certamente é um dos melhores trabalhos de toda a carreira do Helloween.

Formação:
Andi Deris (vocal);
Michael Weikath (guitarra);
Roland Grapow (guitarra);
Markus Gosskopf (baixo);
Uli Kusch (bateria).

Faixas:
01 – We Burn
02 – Steel Tormentor
03 – Wake Up The Mountain
04 – Power
05 – Forever and One (Neverland)
06 – Before The War
07 – A Million To One
08 – Anything My Mama Don’t Like
09 – Kings Will Be Kings
10 – Mission Motherland
11 – If I Knew
12 – The Time of The Oath

Compartilhe:

Tags

Sobre: Alexandre Temoteo

Alexandre Temoteo

Fã de Heavy Metal desde a segunda metade dos 80's, tem como bandas favoritas o Iron Maiden e o Judas Priest. Divide seu tempo entre trabalho, família e colaborando com matérias e resenhas para diversos canais, como o Blitz Metal e o Iron Maiden Brasil Notícias

Você talvez também goste...

Comentários

Inscreva-se em nosso Feed

Esteja atualizado com tudo que acontece na cena Rock/Metal!

Siga-nos!

Comentários Recentes

Siga-nos os bons!