Após o fracasso musical e comercial do controverso DaDa (1983), Alice Cooper precisou tomar para si um hiato da música para se tratar de seu crônico problema de alcoolismo e o consequente desenvolvimento de cirrose. A situação estava tão grave que o próprio Alice afirma que não consegue se lembrar das seções de gravação não só de DaDa, como também de seus três álbuns antecessores. Todos estes trabalhos ficaram conhecidos na discografia de Alice Cooper como “blackout albuns”, não só pela condição mental de Alice, como também pelo direcionamento musical mais experimental, o que afastou até mesmo os antigos fãs do artista.

Após seu tratamento de desintoxicação (Alice afirma que está sóbrio desde então), Alice não voltou de imediato aos holofotes da música, o que não significou que ele não estava trabalhando nela pelos bastidores. Colaborações com Joe Perry (Aerosmith) e Andy McCoy (Hanoi Rocks) movimentaram o lado musical de Alice neste período recluso. Além disso, Cooper exercitou seu lado ator participando do filme italiano de horror Monster Dog (1984), cuja trilha sonora conta com duas músicas inéditas do cantor. Ainda houve o divórcio entre Alice e Sheryl Cooper. Porém, ambos reataram o casamento pouco tempo depois e retornaram para Chicago, onde moravam.

Após este período “semi-sabático”, Alice Cooper finalmente retornou ao primeiro plano do Rock em 1986 com o álbum Constrictor, que trouxe consigo um Alice Cooper atualizado e a par do que fazia sucesso no Rock naquele período, com sonoridade direcionada ao Hard/Heavy Glam oitentista. Após o bem-sucedido retorno, Alice já lança em 5 de setembro do ano seguinte o segundo álbum desta nova fase, Raise Your Fist And Yell.

Este álbum marca a única participação do baterista Ken Mary em um full-lenght de Alice Cooper. Da formação que gravou Constrictor, permaneceram com o cantor o guitarrista Kane Roberts e, no contrabaixo e teclados, uns tais de Kip Winger e Paul Horowitz, respectivamente.

O álbum abre com o clássico Freedom, que, em que pesasse na época não ter entrado nas paradas norte-americanas, atingiu a posição de número 50 nos charts britânicos. Uma virada em groove pesadíssimo dá início a farofada em Lock Me Up. Slides, harmônicos e flangers muito bem encaixados por Kane Roberts dão a tônica em Give The Radio Back. O refrão de Step On You é o grande destaque dessa música, tanto pela conhecida interpretação cavernosa de Alice Cooper, quanto pela queda de notas na seção-base de cordas. Prince Of Darkness traz a assinatura também do baixista Kip Winger e leva o nome de um filme lançado no mesmo ano que tem Alice Cooper como ator coadjuvante. Time To Kill e Chop, Chop Chop seguem na mesma levada Hard/Heavy que predomina na parte predecessora do álbum. O álbum se encerra com o interlúdio “doom” de Gail e Roses On White Lace, agressiva e com um riff belíssimo à la Bark At The Moon, clássico de Ozzy Osbourne.

A turnê que promoveu Raise Your Fist And Yell foi batizada de “Live In The Flash” e foi uma das mais chocantes em termos visuais da história de Alice Cooper (se bem que é difícil disjuntar uma coisa mais chocante que outra quando se fala no rei do Horror Rock). Guardadas desde 1972, estavam de volta as infames forcas, bem como muito, muito sangue. A novidade da turnê foi o empalamento de uma personagem por uma bicicleta, inspirado numa cena do filme Prince Of Darkness, o mesmo que dá nome a música. O espetáculo estava tão aterrador que ele foi apresentado na Alemanha com várias restrições na parte visual, decisão imposta pelo governo local. Houve até mesmo o pedido de um parlamentar inglês de que a “Live In The Flash” não passasse pelo Reino Unido por conta de seu teor chocante. O pedido foi negado e Alice pode passar com sua caravana do horror em terras reais. Detalhe: o parlamentar era cego.

Raise Your Fist And Yell foi o último álbum com a formação que o gravou. Kane “O Rambo” Roberts participou de somente uma música no próximo trabalho de Alice, Trash, antes de embarcar em carreira-solo. Kip Winger e Paul Horowitz (que passou a adotar o nome pelo qual ficou conhecido, Paul Taylor) foram fazer sucesso com a banda Winger. O baterista Ken Mary tocou em várias outras bandas até hoje; atualmente ele é o dono das baquetas no Flotsam And Jetsam. Alice Cooper enfim estava de volta à evidência e retomou a sua devida importância dentro do Rock. Desde então, sóbrio, Alice tratou de consolidar de vez o seu reinado e respeito dentro do estilo, não só pelo horror, mas também pela qualidade e criatividade únicas e inquestionáveis.

RAISE YOUR FIST AND YELL – ALICE COOPER (MCA, 1987)

Tracklist:
01. Freedom
02. Lock Me Up
03. Give The Radio Back
04. Step On You
05. Now That Kind Of Love
06. Prince Of Darkness
07. Time To Kill
08. Chop, Chop, Chop
09. Gail
10. Roses On White Lace

Line-up:
Alice Cooper – vocais
Kane Roberts – guitarras
Kip Winger – contrabaixo
Paul Horowitz – teclados
Ken K. Mary – bateria

Encontre sua banda favorita