Roadie Metal Bio: Theatre Of Tragedy

by Jéssica Da Mata

País de origem: Noruega
Anos de atividade: 1993 – 2010
Gênero: Gothic Metal


Fundada pelo vocalista Raymond István Rohonyi, guitarristas Pål Bjåstad e Tommy Lindal inicialmente com o nome de Suffering Grief. Logo nos primeiros ensaios, a banda decidiu acrescentar arranjos de piano e na época, os vocais eram apenas guturais masculino. Depois de compor a primeira música “Lament Of The Perishing Roses”, eles mudaram o nome da banda para La Reine Noir e logo depois para Theatre Of Tragedy. Para fazer vocais femininos para uma música apenas foi convidada Liv Kristine que era então namorada de Rohonyi, a ideia foi tão boa que logo a convidaram para fazer ser integrante permanentemente.

O primeiro álbum de estúdio foi lançado em 1995 pela gravadora Massacre Records, tendo vendido cerca de 25.000 cópias em um curto intervalo de tempo. O segundo disco “Velvet Darkness They Fear” foi lançado já em 1996 e recebeu diversas críticas positivas da mídia especializada e com mais de 125.000 cópias vendidas. O auge da banda começou com o terceiro disco “Aégis” de 1998 (considerado por muitos o melhor e referência de Gothic Metal), é o meu favorito também. As letras de Aégis falam principalmente sobre mitologia grega e romana. A música “Venus” é cantada em latim e “Angélique” foi inspirada em um poema medieval chamado Orlando Furioso de Ludovico Ariosto escrito em 1516.


Após o sucesso dos três primeiros álbuns, sendo o terceiro simplesmente fantástico, a banda resolve mudar o estilo sendo bastante influenciados por um som industrial e electropop, alguns fãs não gostaram da mudança, mas com isso surgiram vários novos fãs com o quarto álbum “Musique” pela Nuclear Blast lançado em 2000. Seguindo a mesma ideia musical do disco anterior, em 2002 foi lançado o “Assembly”, que foi visto como electropop mais refinado. Este foi o último lançamento com o vocal de Liv Kristine, segundo a vocalista, a banda a demitiu por e-mail por diferenças musicais. Liv foi substituída por Nell Sigland (The Crest). Com a nova formação, em 2006 foi lançado o sexto álbum “Storm”, apesar de retornar um pouco para o Gothic Metal, esta nova fase nada se parece com os primeiros discos.


Em 2009 foi lançado o sétimo álbum, “Forever Is The World” pela gravadora AFM Records, buscando um pouco da fase do melhor disco, “Aégis”. Em 2010, a banda anunciou a finalização das atividades,  os fãs ajudaram a banda fazendo doações para terminar seu primeiro e último DVD quando a gravadora retirou a maior parte do financiamento para a produção.


Formação Final:
Raymond István Rohonyi – vocal gutural (1993-2010)
Hein Frode Hansen – bateria (1993-2010)
Lorentz Aspen – teclado, sintetizadores (1993-2010)
Frank Claussen – guitarra (1997-2010)
Vegard K. Thorsen – guitarra (2000-2010)
Nell Sigland – vocal lírico (2004-2010)
Erik Torp – baixo (2010)

Discografia:
Theatre Of Tragedy (1995)
Velvet Darkness They Fear (1996)
Aégis (1998)
Musique (2000)
Assembly (2002)
Storm (2006)
Forever Is The World (2009)

You may also like

EnglishItalianJapanesePortugueseSpanish