Resenha: Warising – Two Thousand And The End (2017)

A banda paraibana Warising apresentou no ano de 2017 o seu primeiro EP. Intitulado ‘Two Thousand And The End”, o material conta com cinco músicas autorais que passeiam entre as vertentes Thrash e Death Metal com algumas influências do Melodic Death Metal.

O disco começa com a belíssima e cativante introdução “MMXIII”, seguida da faixa “Intolerance” que mais soa como Death Metal com elementos de Metal Moderno. O início do EP demostra uma ótima capacidade de versatilidade em composição da banda.

Em seguida temos a faixa-título ‘Two thousand And The End’, com riffs muito bem elaborados e muita influência de Thrash Metal mesclado ao Melodic Death. Os vocais agressivos do vocalista Thiago Domingos e os solos de guitarras de Max Nunes tornam esta uma das melhores músicas da banda, também levando em consideração as músicas do seu primeiro EP lançado em 2015.

A faixa seguinte chama-se “Killed By Opium” e mostra uma clara e forte crítica logo em sua introdução. Os primeiros riffs desta música soam como a velha escola do Death Metal, logo quebrados por riffs bases com influência de Thrash Metal, as influências de Metal moderno voltam a aparecer nesta faixa e é bastante clara durante o uso de breakdowns no percorrer da música.

O EP se encerra com a faixa “Helligion’’, que logo de início mostra riffs que lembram um pouco o trabalho atual do Behemoth. A música logo se envolve no Thrash/Death Metal em que a banda se propôs a fazer, com ótimas mesclas este é com certeza um material que deveria ter um maior reconhecimento no cenário nacional.

A Warising mostra-se como uma das bandas da nova safra do Metal nacional que nos podem apresentar bons frutos no futuro, basta ouvir o potencial apresentado neste lançamento. A gravação aconteceu no Hold Studio Musical em Campina Grande, na Paraíba. A ótima produção, masterização e mixagem do EP foi por conta do produtor Cristiano Costa, também responsável pelo trabalho com bandas como Aporya, Venomous Breath e Flamenhell.

 

Banda:
Thiago Domingos – Voz/Guitarra base
Victor Laudelino – Voz/Baixo
Max Nunes – Guitarra solo
Altamiro Jr. – Bateria

Tracklist:
01 MMXIII
02 Intolerance
03 Two Thousand And The End
04 Killed By Opium
05 Helligion

Compartilhe:

Tags

Sobre: Tiago Monteiro

Tiago Monteiro

Paraibano, natural de João Pessoa. Fonoaudiólogo, torcedor do Treze, frontman das bandas Aporya e Flamenhell. Desde a adolescência envolvido com o Rock/Metal, ouvindo, compondo e organizando eventos. Com preferência pelas vertentes Heavy, Power, Thrash, Death e Doom Metal.

Você talvez também goste...

Comentários

Inscreva-se em nosso Feed

Esteja atualizado com tudo que acontece na cena Rock/Metal!

Siga-nos!

Comentários Recentes

Siga-nos os bons!