SER FÃ É TUDO DE BOM

Resenha: Shadow Adept – Horse of a Different Color (2017)

Olá leitor da Roadie Metal.

Nos aproximamos rapidamente do novo ano e é claro que seria impossível chegarmos as festividades sem fazer um grande passeio pelos lançamentos em caráter mundial, ainda mais neste que representou um recorde de produtividade para a indústria da música, e isso indo muito além da linha mainstream e por trás das fronteiras do underground. Se você continua a ouvir a frase que o Rock está morto saiba que a coisa está muito longe disso.

Não é preciso uma busca muito profunda para encontrar novidades por todos os lados do Rock e Metal e por isso vamos leva-los a um passeio daqui até 31 de Dezembro por uma infinidade de bandas e álbuns que a grande maioria nem imagina que saiu, e isso não significa que eles não tenham público, muito ao contrário, as bandas e músicos tem produzido em um ritmo acelerado e ganhando a atenção por ai e posso te garantir que se somarmos a quantidade de novos trabalhos somente este ano batemos a grande maioria dos anos áureos da indústria, basta apenas abrir os ouvidos e ficar ligado porque tem para todos os gostos.

Vamos começando esta viagem com uma banda totalmente fora dos padrões para o momento, falamos de Shadow Adept e seu lançamento de 2017 “Horse of a Different Color“, um álbum profundo, místico, com a psicodelia a flor da pele.

Shadow Adept é uma dupla de rock psicodélico de Austin, TX, composta pelos talentos dispersos e desconcertantes de Chase, Maxwell e Walter Nettles. Geralmente, é uma mistura rock, poesia, blues em um mundo surreal que já parte da capa. O estilo se assemelha muito aos dias malucos do Woodstock Festival somados a The Doors, Iggy Pop e mais uma infinidade de artistas que parecem tem usado uma dose extra de LSD.

O álbum em si já se torna intrigante desde sua primeira faixa “The Secret Kissing of the Sun and Moon“, sintetizadores, muitos teclados e uma guitarra que soa aos ouvidos como uma brisa, deliciosamente interessante. E apesar dos efeitos de voz que tiram um pouco o brilho sentimos em um todo um vanguardismo e um sabor dos anos 60 e 70.

Já “Zamburak (Camel Rider)” trás uma linha mais moderna com um misto de industrial, um tipo vocal que me lembra The Cult, realmente um grande misto de influências. O trabalho é uma viagem maluca a várias vertentes sem perder o foco, como em “Sun-Wukong Accidentally Pisses in the Hand of a Buddha” que trás aquela “pegada” induísta. “The Winter Count” e ” Flowers of Evil” são verdadeiramente divertidas e insanas.

O interessante deste trabalho é a diversidade sonora que ele representa em uma era onde a maioria das bandas ainda soam artificiais mesmo que buscando uma conexão com o passado. Com um pouco de country, progressivo e blues, a dupla propõe uma singularidade em matéria de composição, que em muitos momentos também trás melódias cheias de modernismo ,violinos, e muita criatividade. Tudo pra tirar qualquer hippie do sério, na melhor das intenções.

Você ainda conta com faixas mais intimistas como “Atum’s Salacious Reverie” e “Seven Years in Tibet” que pra quem curte as insanidades do The Doors cairá como uma luva.

É algo que com certeza merece uma divertida audição.

Tracklist

1-The Secret Kissing of the Sun and Moon

2-Zamburak (Camel Rider)

3-Sun-Wukong Accidentally Pisses in the Hand of a Buddha

4-The Winter Count

5-Flowers of Evil (The Bad Dress)

6-Island

7-Matty Groves

8-White Leaf

9-Ender-City Vice

10- Atum’s Salacious Reverie

11 – Seven Years in Tibet

Conheça mais sobre este trabalho:

Site oficial

 

Compartilhe:

Tags

Sobre: Tatianny Ruiz

Tatianny Ruiz

Tatianny Ruiz, 31 anos, paulistana até o osso, apaixonada por música desde menina, musicista por devoção, divide o tempo entre a família e seu amor pelo Heavy Metal, mas procura acompanhar todas as vertentes, pois considera que o Rock’N Roll se tornou muito amplo para limitações.

Você talvez também goste...

Comentários

Vote para Melhores do Ano Nacional Roadie Metal 2017

Inscreva-se em nosso Feed

Esteja atualizado com tudo que acontece na cena Rock/Metal!

Siga-nos!

Comentários Recentes

Siga-nos os bons!