A banda gaúcha Marenna, de hard rock melódico, está lançando hoje, 30 de setembro, seu mais novo trabalho de estúdio, o forte e impactante álbum Voyager, sucessor do EP Pieces of Tomorrow (2020), via Lions Pride Music. Voyager é o segundo álbum cheio da banda, que foi formada em 2014 e desde então lançou seu EP de estreia, My Unconditional Faith (2015), o primeiro full No Regrets (2016), o ao vivo Livin’ No Regrets (2018) e o já mencionado EP Pieces of Tomorrow (2020). No ano passado, a banda ainda lançou o álbum ao vivo In Your Face, uma live session com 10 canções. O vocalista Rodrigo Marenna, líder do projeto, vem se consolidando no cenário do chamado metal nacional, de uma forma tão contundente, que vem chamando a atenção de diversos artistas internacionais, que o tem convidado para gravar. Mas, Rod Marenna não está sozinho nessa empreitada. Cercado de músicos de grande competência, vem mostrando a cada lançamento uma maturidade cada vez maior, com seu timbre fortemente característico, que acaba por imprimir seu DNA próprio. Ao lado de Rod Marenna estão o jovem prodígio guitarrista Edu Lersch, de apenas 20 anos, o baixista BIFE, o tecladista Luks Diesel e o baterista Arthur Schavinski. 

O novo álbum Voyager foi mixado e masterizado por Jonas Godoy (Linha Sonora Studios – Caxias do Sul – Brasil) e produzido por Mauro Caldart, com Arthur Appel (Broken Glass Studios) assinando a gravação e a produção das linhas vocais, com a arte da capa sendo assinada pela TM Artwork. Voyager, que traz 11 novas canções e ainda o bônus cover “So Close”, da famosa dupla oitentista Daryl Hall & John Oates, já nasce grande, coeso, temperado com as mais fortes influências do rock melódico. Todo o trabalho, desde a faixa de abertura, “Breaking The Chains”, lançada como primeiro single, mostra a potência do registro. Cada nota é pensada, trabalhada e executada com maestria e brilho. O álbum abre com uma narrativa, como que convidando o ouvinte a uma viagem estratosférica e emenda imediatamente na poderosa “Breaking The Chains”, acertadamente posta como faixa de abertura, com seu forte refrão, que gruda na cabeça e um solo cheio de energia. Uma das melhores do play. A ela segue “Out Of Line”, com seu andamento mais pesado e cadenciado, com destaque para a forte marcação da bateria. É uma música elegantemente linda, diferente, a melhor faixa do álbum e que sairá no próximo mês como single. “Gotta Be Strong” com seu início mais acústico, é colocada estrategicamente para dar mais fôlego à audição, pois é mais lenta, aproximando-se do AOR e ainda traz um belo solo floreado. A primeira parte se encerra com “Wait”, lançada recentemente como segundo single e vindo na mesma linha de sua predecessora, porém ligeiramente mais acelerada e um ótimo refrão.

Marenna: a partir da esquerda – Edu Lersch, Luks Diesel, Rod Marenna, BIFE e Arthur Schavinski

A parte intermediária do play traz “Ain’t Stranger To Love”, que é uma balada tradicional, muito bonita, que nos faz imaginar estarmos ainda nos anos 80, com sua linda linha de guitarra. A sexta-faixa, “Hold Me” chega pra nos elevar novamente, com uma bela introdução dos teclados, e que faz uma “cama” perfeita ao longo da audição, um clássico hard melódico. “Perfect Crime” sobe ainda mais a adrenalina, novamente com a bateria imprimindo sua força e cadência na medida certa. A faixa-título, “Voyager”, conclui a parte intermediária de forma incendiária, com característica mais hard e o baixo ditando o ritmo. A nona faixa, “Too Young To Die” mantém o nível mais alto, com uma introdução guitarrística bem interessante. A música tem uma cadência bem hard, com muita melodia, que não nos deixa parar. “We Are United” é a segunda balada do álbum, com um ótimo refrão, dobras vocais e vocalizações de apoio, que trazem um frescor sonoro interessante, que nos incentiva a cantar juntos. Finalizando, vem “Wherever You Go”, mais acelerada e pra cima, renovando o fôlego do ouvinte, mas avisando que a audição está chegando ao fim. E após o desfile de canções maravilhosas, pensadas e executadas com carinho e muito profissionalismo, vem o presente ao ouvinte, uma belíssima apresentação de “So Close”, lançada originalmente no álbum Change of Season, de Daryl Hall e John Oates, em 1990.

Voyager é um álbum altamente profissional, mas sem ser técnico, porque o coração aqui fala mais alto. Tanto Rodrigo Marenna entrega a sua alma, como cada um dos músicos envolvidos fazem o mesmo e fica muito nítido isso ao longo da audição. Marenna tem uma voz belíssima, muito peculiar, que imprime seu DNA de forma contundente e muito agradável de ouvir, seja no AOR, no rock melódico ou no hard rock, elementos que foram muito bem explorados na obra lançada hoje. O que falar da produção? Quando está tudo perfeito, nem precisamos nos dar ao trabalho. Não há falhas nesse sentido, mostrando que os profissionais brasileiros, sejam musicistas, engenheiros, produtores estão cada vez melhores e mais adequados ao exigente mercado da música. Voyager tem tudo para agradar aos fãs da música melodiosa em qualquer parte do mundo. A você nobre leitor, leitora e ouvinte, eu deixo meu conselho, procure um lugar confortável, onde não possa ser atrapalhado ou atrapalhada, clique no play abaixo e embarque nessa “viagem” sonora de grande destaque!!!

Marenna – Voyager
Data de Lançamento: 30/09/2022
Gravadora: Lions Pride Music

Acompanhe a banda Marenna nas redes sociais:
Website: https://www.marennaonline.com
Facebook: https://www.facebook.com/marennaofficial
Twitter: https://twitter.com/MarennaOfficial
Instagram: https://www.instagram.com/marennaoffi…
Youtube: https://www.youtube.com/marennaofficial

Formação:
Rod Marenna – vocais
Edu Lersch – guitarra
BIFE – baixo
Luks Diesel – teclados
Arthur Schavinski – bateria

“Baixe nosso aplicativo na Play Store e tenha todos os nossos conteúdos na palma de sua mão.
Link do APP: https://play.google.com/store/apps/details?id=com.roadiemetalapp
Disponível apenas para Android”

Encontre sua banda favorita