Resenha: Mad Sin – Unbreakable (2020)

by Renan Soares

Após 10 anos sem lançar nada inédito, em 2020 a banda alemã de Punk/Psychobilly finalmente lançou o sucesso do “Burn And Rise”, de 2010, tendo liberado na última sexta-feira (11/09) seu mais novo álbum intitulado “Unbreakable”, seu primeiro com a gravadora Century Media Records.

Para os que não conhecem o Mad Sin, que está em atividade desde 1987, apresenta um som que junto Punk Rock, Psychobilly, Country e Blues tudo em uma única salada de sons. Linha essa que é mantida fielmente no “Unbreakable”.

O trabalho é aberto com a intro “The Awakening”, dando aquele ar de início de história, emendando com a pegada acelerada de “Are You Ready?”, já mostrando aquele Punk Rock cheio de elementos do Psychobilly. O ritmo acelerado já é quebrado imediatamente na faixa seguinte, a “Moon Over Berlin”, que já se utiliza de um ritmo e uma pegada mais Folk.

A pegada Punk retorna na sequência “Alles ist Schlent”, “Hallucinate” e “Agression”, até chegar na sonoridade Country da “Shine a Light”.

O Punk e o Country se convergem em “House of Fun”, já tendo um pouco mais da velocidade e do peso do primeiro estilo citado, mas recheado de elementos do segundo, adicionados de forma sutil.

Em “All My Friends” já temos uma sonoridade mais puxada para o Rock And Roll clássico dos anos 50

O Punk retorna mais uma vez em “Till Death Do Us Part”, e ainda é mantida mesmo na sonoridade mais balada da “Memento Mori”. Em “Something’s Wrong” continuamos num ritmo mais cadenciado, e com referências sonoras ao Rock dos anos 50.

Voltamos a ter letras em alemão em “Totgesagt Leben Länger”, seguindo a mesma linha sonora da faixa de abertura “Are You Ready?”. Alias, é interessante ressaltar que nessa faixa e na “Alles ist Schalent” a banda optou por cantar em sua língua nativa, o que encaixou perfeitamente, e sinceramente isso poderia ser algo que eles poderiam explorar mais em trabalhos futuros.

Adotando uma sonoridade mais “macabra”, a “Kill Girl” parece ter sido tirada da trilha sonora de um filme de terror B dos anos 70, e me lembra bastante uma outra banda do gênero, e também alemã, chamada “Bloodsucking Zombies From Outter Space”.

A “The Long Hard Road Back From Hell” acaba servindo de “intro” para a faixa-título “Unbreakable”, que encerra os trabalhos com uma sonoridade que junta o Rock And Roll clássico e o Country.

Como podemos perceber, o Mad Sin consegue bem juntar todas as sonoridades sem que se tenha um contraste muito violento entre uma música e outra, apesar de haver algumas quebras de ritmo por conta do ordenamento da tracklist.

No mais, a banda fez bem seu longo dever de casa de 10 anos no novo álbum.

Nota: 8,5

Mad Sin – Unbreakable
Data de lançamento: 11 de setembro de 2020
Gravadora: Century Media Records

Tracklist

01 The Awakening (Intro)
02 Are You Ready?
03 Moon Over Berlin
04 Alles ist schlecht
05 Hallucinate
06 Aggression
07 Shine a Light
08 House of Fun
09 All my Friends
10 Till Death Do Us Part
11 Memento Mori
12 Something’s Wrong
13 Totgesagte leben länger
14 Kill Girl
15 The Long Hard Road Back From Hell
16 Unbreakable

Formação

Köfte DeVille – vocal
St. Valle – baixo
Andy Kandil – guitarra
Manny Anzaldo – guitarra
KO Ristolainen – bateria

You may also like

EnglishItalianJapanesePortugueseSpanish