Phil Anselmo: “F***-SE para o que dizem, a mídia sempre foi ridícula e dissimulada”

Após dois anos no incidente envolvendo o vocalista Phil Anselmo (Ex-Pantera, Down, Superjoint Ritual) no evento Dimebash, ao qual o músico levantava o braço direito fazendo uma saudação racista e gritava palavras da supremacia da ordem branca. Recentemente o músico foi ao site Insider deixar algumas palavras sobre o que acha da forma com que a mídia tratou a situação.

Confira algumas das colocações ácidas de Phil Anselmo abaixo:

“…A mídia é ridícula e dissimulada politicamente dizendo, dependendo do canal que se tem.

Ambos os lados são ridículos, então estou tendo dificuldade em colocar qualquer fé ou verdade na mídia convencional.

No que diz respeito à mídia musical, não entendo a obsessão com isso. Eu não vou para sites de música nunca. Isso não me intriga. Eu já sei o que eu gosto e escuto música que me foi enviada ou alguém me recomenda. É assim que eu descubro música.

E esses sites têm esses títulos de escândalo e indignação, e isto liberdade para escrever não apenas falsidades, mas também para fazer acusações e implicações de alguns dos piores tipos de todos os tempos.

Podem me chamar de racista, a mídia sempre foi ridícula e dissimulada. Por algumas vezes eles põe um título até verdadeiro em suas notícias mas o anexo é de total maldade pra denegrir a imagem das pessoas. Quando sou chamado de racista não levo de uma forma positiva e aceitável. Muitos desses blogueiros que fizeram essas matérias em suas mídias nunca chegarão até mim pra falar algo ou tirar a limpo minha versão. 

É todo um falso moralismo do CAR**** mas enfim, desejo um mais belo FODA-SE para o que dizem, todo esse apelo é só para likes e acessos em seus malditos sites, é todo um circo criado, uma plataforma que funciona assim, tendo que ser sensacionalista pra conseguir chamar atenção…”

Nos dias que se seguiram ao incidente, o vocalista e guitarrista Robb Flynn do MACHINE HEAD, que subiu ao palco e tocou músicas do PANTERA com Phil Anselmo no “Dimebash”  lançou um vídeo de resposta de onze minutos no qual denunciou Phil como um “grande valentão” e um racista. Ele concluiu dizendo que nunca mais tocaria outra música do PANTERA . O líder e guitarrista Scott Ian do ANTHRAX , que é judeu, divulgou uma declaração em seu site oficial dizendo: “…As ações de Philip eram vilãs” e convidou Anselmo a fazer uma doação ao Centro Simon Wiesenthal, uma organização de direitos humanos que enfrenta o anti-semitismo e o discurso do ódio…”

Compartilhe:

Tags

Sobre: Bruno Torres

Bruno Torres

Estudante de engenharia e música, aficionado por Heavy Metal desde criança, sendo eclético gostando desde Beatles, Elvis e Hendrix à Black Metal e Grind Core, colecionador de CDS, LPS e DVDS.

Você talvez também goste...

Comentários

Inscreva-se em nosso Feed

Esteja atualizado com tudo que acontece na cena Rock/Metal!

Siga-nos!

Comentários Recentes

Siga-nos os bons!