O baixista do Pearl JamJeff Amen, foi o convidado do podcast The Powell Movement essa semana, entre os assuntos, Jeff foi perguntado porque de a banda demitir Dave Krusen, baterista original que tocou no clássico “Ten” (1991), o qual continua sendo o álbum de maior sucesso comercial da banda, vendendo aproximadamente 15 milhões de cópias. Jeff respondeu (via Alternative Nation e traduzido pela Roadie Metal):

Passamos alguns momentos com ele no ano passado, naquelas coisa do Hall of Fame, Esse cara lidou muito bem com toda a situação, eu nem consegui imaginar ninguém reagindo da mesma forma que ele.

Eu acho que ele esteve no programa por um longo período de tempo desde então. Nós o advertimos e o advertimos e o advertimos, e então nós estávamos tipo: ‘Cara, você deve buscar ajuda. Nós temos uma turnê por vir e nós não podemos ser sua babá. Você não pode estar desmaiando no seu kit de bateria todas as noites.

Nós fomos sérios nesse ponto, nós de repente já tínhamos outra coisa a fazer. Nós tínhamos esse baita cantor, e nós estávamos escrevendo músicas. Nós estávamos escrevendo tantas músicas nesse ponto, tão rapidamente. Nós sentimos como, não podemos nos estragar tudo agora, precisamos levar as pessoas certas envolvidas.

Mas sim, Dave disse: “Vocês me expulsaram da banda e isso salvou minha vida. porque realmente me ajudou a lidar com meus problemas.” Ele disse: “Obtive ajuda e em mais ou menos uma ano, já estava no caminho certo.”

Ele continuou tocando música com outras bandas naquele ponto. Foi ótimo para nós podermos tocar com ele no Hall of Fame, e ter uma coisa que chega em círculo e não seja estranho. Não havia nada estranhamente estranho sobre isso, que é [risos] realmente inacreditável.

Você pode assistir o Pearl Jam tocando “Alive” com Krusen na bateria na cerimônia do Rock N’ Roll Hall of Fame no player abaixo:

Fonte: Ultimate Guitar