Uma deliciosa composição recheada de texturas e fluxos contagiantes, “Nameless City” de SUNSET THE MACHINE, se desenvolve em uma trama inspirada, com ritmo acelerado e um poderoso despertar da imaginação.

Envolta por punhos erguidos, conduções energeticamente padronizadas, a melodia se destaca criando uma atmosfera surreal, que nos permite adentrar pela névoa do tempo para conhecer cenários e estruturas que transcendem as dimensões.

Elementos extraídos do metal, punk rock e suas vertentes, consegue induzir a elevação sensorial, amarrando uma corda forte em nossa cintura para garantir que não nos percamos nos vislumbres e constatações aqui engajadas.

Os vocais se mantêm ágeis e robustos, utilizando uma aura etérea, ecoante e meio acústica para invocar espíritos os dormentes que nos farão companhia durante essa caminhada sobrenatural.

Baseada no conto de mesmo nome de HP Lovecraft, a trama dessa composição vai encher os sentidos de admiração, fazendo um leve arrepio percorrer a espinha e ondas elétricas fluírem nas veias até atingir o epicentro da pulsação.

Soando como um delicioso alerta que entorpece e nos leva para um redemoinho de sensações, ardendo no fogo gélido que insiste em congelar o coração dos desavisados, enquanto nutre a curiosidade e nos faz caminhar rumo aos mistérios desse som.

A letra, liricamente refinada, modela o espetáculo envolto por odores e vibrações de advertência, descrevendo e destacando os detalhes que podem ser observados, desde a entrada, após o mergulho no abismo luminoso de aparência surreal que o avançar das horas noturnas, trouxe, através do banhar inesperado da luz fria do luar e dos pesadelos presos na garganta.

Entrar nessa obra, será como subir em uma moto de alta potência e partir do lugar que esconde nossas turbulências emocionais, caindo em uma armadilha do destino que nos mostrará coisas muito piores do que os temores suburbanos poderiam imaginar.

Pois as criaturas existentes em “Nameless City”, se arrastam, correm e puxam a essência vital de quem ultrapassar suas fronteiras, desavisadamente.

Como um bom filme de terror, essa obra penetrará nas correntes da imaginação e trazendo o surrealismo para o alvorecer do momento, nos colocando para correr de nossos temores, enquanto extravasamos a adrenalina pelos poros.

Para os apreciadores de boas fábulas, essa composição é o som perfeito para uma playlist de exercícios ou inspiração, por conter traços rítmicos que não podem ser ignorados, elevando a energia e a vontade de explorar novos mistérios… só cuidado para não se viciar no desconhecido.

Nameless City” uma obra com sabor de adrenalina.

Redes Sociais

https://www.sunsetthemachine.com

https://www.instagram.com/sunsetthemachine

https://www.facebook.com/sunsetthemachine

https://www.tiktok.com/@sunset.the.machine

https://sunsetthemachine.bandcamp.com

https://www.youtube.com/@sunsetthemachine

https://open.spotify.com/intl-pt/artist/1pOWeK2Xj9j3u1HQURnzcy

(‘discovered and supported via Musosoup #sustainablecurator’)