Talvez o metal gótico seja justamente um dos subgêneros da música extrema que mais se diversifica geograficamente. Him (Finlândia), Lacuna Coil (Itália) e Moonspell (Portugal) são álbuns dos belos exemplos.

Com a banda Umbrae Sortilegium não é diferente. E o grupo australiano também surpreende com o seu som, misturando elementos do metal com certa inspiração sinfônica que culmina em vocais limpos e atraentes.

A canção, que destaca bem palavra por palavra, fala sobre o desejo e a tentação de um vampiro pelo sangue humano, seu principal nutriente. Sua busca incessante é representada nos quase 5 minutos de música que fazem parte do disco de estreia da banda: “Blood e Moonlight”.

Escute mais em: