Chester Bennignton foi encontrado morto no dia 20 de julho do ano passado (2017). Ele sofria de depressão havia algum tempo e acabou tirando a própria vida. Na época fãs, integrantes do Linkin Park e amigos ficaram arrasados com a notícia. Até então, pouco se falava sobre o futuro da banda, como continuariam a carreira ou se a encerrariam por ali mesmo. Foi aí que então Mike Shinoda, um dos líderes do grupo, postou ontem (25/01) em seu Twitter, que a banda sim, tinha pretensão de voltar a tocar junto e seguir os trabalhos do Linkin Park em algum momento.

Shinoda deixou claro que a banda tem “muita reconstrução para fazer, e perguntas para responder, então vai levar tempo”, mas que a retomada dos trabalhos está programada para acontecer em algum momento do futuro, mesmo que ainda esteja indeterminado.

https://www.youtube.com/watch?v=39ZfjX9qmwo

Chester Bennington foi vocalista da banda desde 1999 até o ano de sua morte, 2017. Também gravou sete álbuns de estúdio e ajudou a banda a emplacar grandes sucessos como “Numb”, “In The End”, “One Step Closer” e “Breaking the Habit”. Com uma voz potente e marcante, Bennington foi o frontman da banda e peça fundamental no sucesso, fato muito ocasionado por seu talento único.