SER FÃ É TUDO DE BOM

Mike Portnoy: Baterista revela que não deseja tocar com o Dream Theater novamente

Em entrevista, Mike Portnoy revela que não há interesse ou desejo de tocar com o Dream Theater novamente.

Co-fundador da icônica banda de metal progressivo, Dream Theater, deixou o grupo abruptamente em setembro de 2010, enquanto estava em tour com o Avenged Sevenfold. Com sua saída, Mike Mangini assumiu as baquetas da banda.

De acordo com Portnoy, ele está em “ótimos termos” com seus ex-companheiros de banda John Petrucci e Jordan Rudess: “Nós sempre conversamos, enviamos e-mails e textos uns ao outros, além de até me encontrar com ambos. Então, sim, eu mantenho um contato próximo com esses dois caras”.

Pressionado sobre a possibilidade de uma reunião ocorrer um dia – possívelmente em alguma celebração de um show apenas, semelhante ao show de 2004 onde eles convidaram o vocalista original, Charlie Dominici e o ex-tecladista Derek Sherinian para se apresentarem em Los Angeles – Portnoy disse: “Não tenho esperanças disso, e não tenho desejo ou interesse à essa altura, e acho que nem eles tem. Quando fizemos aquele show de aniversário de 15 anos (para o álbum de lançamento do Dream Theater, “When Dream And Day Unite”), eu contatei Derek e Charlie. Eu até contatei Kevin Moore (ex-tecladista) para isso. Então eu acho que eu sempre fui o cara sentimental da banda pra essas coisas. Eu pessoalmente não acho que haja alguém na banda hoje em dia que queira oferecer um convite como esse. Eu acho que é uma questão de personalidades diferentes.”

Mike passou os últimos meses fazendo shows ao redor do mundo com seu projeto Shattered Fortress. O grupo conta com nomes de peso, incluindo Ross Jennings no vocal, Eric Gillette, Richard Henshall e Charlie Griffiths nas guitarras, Conor Green no baixo e Diego Tejeida nos teclados. A banda apresentou a saga “12 Step Suite”, do Dream Theater, na íntegra, bem como outros clássicos. “12 Step Suite” relata a batalha de Portnoy contra o alcoolismo, com títulos que refletem suas dificuldades: “The Glass Prison”, “This Dying Soul”, “The Root of All Evil”, “Repentance” e “The Shattered Fortress”.

Fonte: http://www.blabbermouth.net/news/mike-portnoy-has-no-desire-or-interest-to-play-with-dream-theater-again.html#jEQQ6yHPtoSUEc3e.99

Compartilhe:

Tags

Sobre: Gabriel Panceri

Gabriel Panceri

Desde que posso me lembrar, música e literatura fazem parte do meu dia-a-dia. Lancei-me na escrita aos 12 anos de idade, mas somente aos 22 comecei a escrever mais "profissionalmente". Sou apaixonado pela música como arte, alèm de ser forma de expressão essêncial para a sobrevivência. A música entrou na minha vida mais cedo, aos 5 anos de idade, através da gloriosa "Brain Damage", da obra "The Dark Side of the Moon". No primeiro contato eu já percebi que seria grato por esse momento o resto da minha vida. Me tornei músico aos 14 anos, escolhendo a guitarra. Motivado por caras como Eric Clapton, David Gilmour e Zakk Wylde (eu sei, bem distintos), dediquei 10 anos á bandas e grupos dos quais fiz parte. Em todo esse tempo, conheci muita gente, muita banda boa (outras nem tanto, mas não cabe a mim julgar) e isso me fez sentir a necessidade de contar pro mundo quando descobrisse um som sensacional, um clipe genial ou até mesmo um single de lançamento de uma banda, e então, cheguei até aqui, ainda apaixonado pelo que faço pela música e pelas pessoas que a criam. Meu objetivo é compartilhar a boa arte com todos que me lêem, pois citando Nietzsche: "Sem a música, a vida seria um erro".

Você talvez também goste...

Comentários

Vote para Melhores do Ano Nacional Roadie Metal 2017

Inscreva-se em nosso Feed

Esteja atualizado com tudo que acontece na cena Rock/Metal!

Siga-nos!

Comentários Recentes

Siga-nos os bons!