Machine Head: baterista original Tony Costanza morre aos 52 anos

by Jéssica Alves
Tony Costanza

O baterista original do Machine Head, Tony Costanza, morreu na noite de terça-feira (4) aos 52 anos. A causa da morte ainda não foi divulgada, segundo a imprensa estrangeira, mas a informação foi revelada por seu ex- colega de banda do Crisis, Afzaal Nasiruddeen, em postagem no Facebook.

“É com um coração muito pesado que tenho que aceitar e informar a todos os envolvidos que perdi meu irmão, companheiro de banda, garoto d e casa e família hoje.Tony Costanza foi único. Um homem com um coração enorme, amor e lealdade pelos próximos. Ainda não posso me relacionar com essa realidade de perda. Sei que ele tinha muitos admiradores e eu era um dos seus maiores. Ele teria literalmente levado uma bala por mim. Esse é o tipo de irmão gangster que ele era. Tony morreu dormindo esta manhã, então eu tenho certeza que ele estava em paz e sem dor. Desejo à mãe dele toda a força que ela puder reunir, pois ela precisará de cada grama. Vou iniciar uma página do GofundMe para as despesas funerárias dela e de Tony . Por favor, ajude se você o conhece e se importa. Mantenha seus entes queridos próximos, pois o sentimento de perda é insuperável às vezes. Tony, meu amigo, eu vou te amar e valorizar nossas memórias para sempre. Espero que você esteja em um ritmo melhor agora. Descanse em paz.”

Tony era membro do Crowbar e foi um dos pioneiros no sludge metal. Em 1992, iniciou as atividades no Machine Head, mas saiu antes mesmo da banda gravar o álbum de estreia, Nurn My Eyes (1994).

Robb Flynn, líder do Machine Head disse que “uma grande parte” do álbum de estréia clássico da banda, “Burn My Eyes” , foi escrita com Costanza , que entrou em cena porque foi a primeira escolha de Kontos – Robb.

Fonte: Blabbermouth e Metal Injection

You may also like

EnglishItalianJapanesePortugueseSpanish