Kiss: “Minha voz está como era há 20 anos? Não” diz Paul Stanley em entrevista

by Renan Soares

Paul Stanley, vocalista e guitarrista do Kiss, deu entrevista para o canal de Ricahrd Marx, fazendo parte da série de entrevistas que o mesmo vem realizando durante o período de quarentena, e durante a conversa, foi levantada a questão sobre a voz de Stanley atualmente, cujo o próprio músico admite não estar na qualidade que tinha anos atrás.

Minha voz está como era há 20 anos? Não. Um grande atleta não pode repetir as coisas que fazia nos primeiros anos. Então tendo a pensar sobre mim mesmo dessa forma. Porque os vocais que eu fazia no passado eram praticamente atléticas por natureza“.

Além disse, Paul falou sobre quando os fãs os cobram em relação a isso.

Alguém vem e diz, ‘você não soa mais como no Kiss Alive’, e isso foi quando? Há 50 ou 45 anos atrás? Então eu digo ‘Se você quer me ouvir me soando daquela forma, ponha o álbum pra tocar‘”.

Stanley também comentou sobre colegas de trabalhos com idades similares a dele, que também passam pela mesma dificuldade.

Acho interessante, é que cantores que fazem coisas parecidas com as que eu faço, quando nos encontramos e conversamos a gente sempre pergunta um para o outro ‘Está sendo difícil para você atingir essas notas?’ ‘Você ainda canta no tom original?’ E um desses meus amigos fala, ‘Se eu soubesse que ainda cantaria essa música nos meus 70 anos, teria a feito de ma forma diferente’“.

O assunto veio a tona por conta das constantes críticas que Paul Stanley tem recebido, por supostamente utilizar playbacks durantes as atuais apresentações do Kiss na “End Of The Road Tour”.

Confiram a entrevista completa (em inglês, sem legendas):

You may also like

EnglishItalianJapanesePortugueseSpanish