Kiko Loureiro: três momentos épicos em que o músico trocou a guitarra pelo violão

Que Kiko é o maior mestre da guitarra Metal no Brasil e um dos mais respeitados no mundo, não é nenhuma novidade. Muitos de nós o conhecemos pelo trabalho primoroso prestado nos anos em que esteve no Angra e agora com o álbum gravado juntamente ao Megadeth. Mas Kiko vai muito além, sua musicalidade e técnica parecem ser ilimitadas. Além de estraçalhar e ser um verdadeiro apelão na guitarra, ele ainda tem uma destreza e domínio espetaculares no violão, que podemos conferir agora.

Na sua acústica “Feijão de Corda”, podemos conferir de perto toda a versatilidade e capacidade de mesclar os mais variados estilos em uma obra só. Tente acompanhar os movimentos do dedilhado.

Em “Valsa da Menina” que aparentemente só tem valsa mesmo no nome, a linha de baixo parece ter sido concebida por alguma entidade superior, de tão afiada e alinhada com a melodia das cordas mais agudas. Triste é saber que um país como o nosso não valoriza as riquezas culturais que possui.

Agora o que se pode considerar como o ápice da vida e carreira do músico. Não é qualquer um que chega numa banda como o Megadeth e recebe tamanho destaque e liberdade composicional. Não há como não notar a diferença no Megadeth Antes e pó Kiko Loureiro e isso é motivo de orgulho para nós músicos brasileiros que ainda acreditamos no amor à verdadeira música, aquela que é feita com o coração.

 

 

 

 

 

Compartilhe:

Tags

Sobre: Nildo Gomes

Nildo Gomes

Nildo Gomes é professor de canto do Centro Cultural da cidade de Horizonte- Ce, guitarrista e vocalista na banda de Power Metal Steel Hands. Apaixonado por música clássica e Metal, divide seu tempo entre as atividades como músico, professor e redator deste site, além de manter o canal de educação musical de sua escola particular, a Dendicasa Music School.

Você talvez também goste...

Comentários

Inscreva-se em nosso Feed

Esteja atualizado com tudo que acontece na cena Rock/Metal!

Siga-nos!

Comentários Recentes

Siga-nos os bons!