Jesse Leach, vocalista da banda de metalcore Killswitch Engage

O vocalista e membro fundador do Killswitch Engage, Jesse Leach, é um dos maiores porta-vozes no mundo do metal quando se fala sobre saúde mental. Leach costuma falar abertamente em vídeos e principalmente em seu Instagram sobre temáticas como Depressão, Suicídio e outros assuntos envolvendo saúde mental, baseado em suas próprias experiências pessoais, e em como ele começou a buscar ajuda para resolver isso, tentando ajudar fãs que passem pelas mesmas situações.
Porém, em recente entrevista para o Loudwire, o cantor trouxe um relato um tanto quanto controverso e inesperado sobre o assunto. Leach afirma que para gerenciar seu estado mental, passou a tomar pequenas de Psilocybin, um tipo de cogumelo que contém psilocibina, substância alucinógena que é uma das bases para a composição do LSD, nos últimos quatro anos, e diz estar sendo extremamente benéfico para sua saúde

“Para manter minha saúde mental, pego um cogumelo, tiro o chapéu dele e como. Isso me deixa chapado de uma forma bem suave, equilibrada e confortável por umas três ou quatro horas” conta, “Minha fobia social vai embora, me sinto bem, me sinto feliz, encontro alegria na música e comida. Isso meio que ajuda a me empurrar numa direção melhor e os efeitos posteriores ao uso duram por dias. Ajuda a regular o sistema nervoso e a mente”

Jesse é um grande apoiador deste tipo de alternativa natural (porém, pelo menos por enquanto, ilegal) às drogas farmacêuticas, mas ressalta que responsabilidade, moderação, controle e pesquisa são extremamente importantes. ” Se você pega um bocado de cogumelos e come tudo achando que isso irá ajudar sua saúde mental, não irá ajudar porra nenhuma, você provavelmente vai perder o controle [risos]. Você vai estar chorando nu. Você tem que ser responsável com isso e eu levo isto extremamente a sério.”, comenta Jesse.

Encontre sua banda favorita