Hidden Treasures: Acres Wild (Alemanha)

by Gleison Junior

Pais de Origem: Alemanha
Anos de Atividade: 1990 – 1992
Gênero – Hard Rock

Um dos intuitos desse quadro, Hidden Treasures, é fidelizar você leitor que se amarra em conhecer bandas do submundo da música pesada, que teriam tudo para ser um dos gigantes do Metal, mas por forças maiores, ou dificuldades de se estabelecerem no cenário local e mundial, simplesmente sucumbiram ao esquecimento e não passam de grupos conceituados em poucos corações de pesquisadores e fãs dessas estrelas apagadas e que provavelmente, nunca mais irão alçar voos maiores em suas encerradas carreiras.

O nome Acres Wild, sem sombra de dúvidas, deve ser algo que jamais você poderia ter relacionado a uma banda de Metal. Isso em momento algum será estranho a mim ou a qualquer outra pessoa, afinal, não existe absolutamente nada, nem sequer uma única matéria sobre a banda em qualquer site, revista, blog e afins. Alguns conteúdos podem ser encontrados, mas todos eles se restringem a informar que a banda lançou apenas um EP com cinco faixas, a capa do registro, nome dos músicos e alguns veículos intitulam a banda de Heavy Metal e outros Hard Rock.

Então que já fique claro, a tarefa de hoje, falar sobre os alemães do Acres Wild e seu único registro lançado, Master of Device, é um trabalho inédito e jamais feito em qualquer veículo mundo afora.

A banda Acres Wild surgiu em 1990 na cidade de Friesenheim, Alemanha, e durou até o ano de 1992, mesma data em que lançou seu EP com cinco faixa e intitulado de Master Of Device. O registro apresenta um grupo jovem e cheio de potencial para ser um dos grandes nomes do Hard Rock, porém, alguns pontos precisam ser analisados.

O primeiro deles é que, por mais que a banda fosse realmente incrível, o início dos anos 90, foram épocas difíceis para o estilo com a eclosão do Grunge, Groove, New Metal e outros estilos que praticamente limaram várias bandas excelentes da época e fizeram com que gigantes, ou se reinventassem, ou, sucumbissem ao jeito despojado e “largadão” dos jovens da época.

Logo fica a suposição que por mais talentosos fossem os músicos do Acres Wild, a proposta musical que eles apresentavam na época, não iria os levar a lugar algum. A sonoridade das músicas do EP, apresentam ao público uma linha Hard Rock mais moderna e com leve pegada ao Grunge, mas voltado ao Faith No More. Com uma produção impecável e bem ao estilo dos anos 90, o disco desce facilmente aos ouvidos e é completamente perceptível reconhecer cada nota, instrumento e detalhe das faixas de Master of Device.

As eletrizantes e com refrãos marcantes, I’ll Be There, Tell Me Now, facilmente podem ser cantadas após duas ou três audições. Heaven on Earth, carrega um jeitão mais desposado e divertido, abrindo espaço para balada ao estilo Mr. Big, Doing My Best, onde voz e violão são os únicos elementos de toda a composição.

Para fechar, outra balada, Side By Side, essa mais romântica e com algumas participações especiais. Vale ressaltar a qualidade desses caras para escrever refrãos que impregnam na mente e nos fazem cantar cada nota, cada parte com eles.

O material do Acres Wild, Master of Device, recentemente foi liberado nas plataformas digitais por alguma alma caridosa e que gostaria de compartilhar com o mundo, essa única, rara e excepcional obra lançada, esquecida e por nós apresentada a você.

Confira em todas as plataformas digitais, abaixo link para o Spotify:

Tracks:
01 – I’ll Be There
02 – Tell Me Now
03 – Heaven on Earth
04 – Doing My Best
05 – Side By Side

Formação:
Kai Escher – Vocals
Gert Endres – Guitarra
Thomas Schwendeman – Baixo
Frank Vetter – Teclado
Marc Vetter – Bateria

You may also like

EnglishItalianJapanesePortugueseSpanish