Em entrevista para o canal italiano “Linea Rock”, apresentado pela comunicadora Barbara Caserta, Oscar Dranjak, guitarrista da banda sueca Hammerfall, falou sobre a situação dos eventos em seu país nesse momento de pandemia da Covid-19.

Esperamos que as coisas voltem ao normal o mais cedo possível. Não sei do que vai precisar – provavelmente da vacina, imagino – para ter certeza de que o vírus não se espalhe nos shows.

Quando questionado sobre as restrições que foram imposta para os shows na Suécio, Oscar respondeu:

Ainda há regras de restrições na Suécia também, seja para eventos de música ao vivo ou esportivos, e coisas do tipo. Exatamente hoje eles aumentaram a capacidade de 50 para 300 pessoas, mas para público sentado apenas, tanto para eventos esportivos quanto para música, tendo no mínimo um metro de distância entre os assentos – a não ser que você vá com a sua esposa ou coisa assim, ai vocês podem sentar juntos, claro. Mas para pessoas desconhecidas, tem que ter uma distância, como um metro ou um metro e meio, ou algo do tipo. Então para as equipes esportivas, eles conseguiram um pouco de alívio. Não é muito, mas é melhor do que 50 de qualquer forma. Mas para shows de metal e outras coisas, não dá para ter um show de metal com o público sentado; é ridículo. Apenas não é dessa forma – você precisa ter pelo menos parte das pessoas na parte da frente para você sentir a vibe, acho isso extremamente essencial para um show de Heavy Metal.

O guitarrista também mencionou que a banda já tem datas agendadas a partir de junho, mas que não tem certeza se elas poderão ocorrer normalmente.

Para o futuro, estamos tentando fazer as coisas acontecer, mas agora, as próximas coisas que temos é em junho, os festivais na Europa, e tenho que dizer que, é 50% de chances de que poderá acontecer. Eles agendaram tudo, mas duvido muito que a gente consiga realizar todas elas. Acho que será bem difícil. Então veremos como acontecerá.

Confiram a entrevista completa, em inglês sem legendas: