Grunge Entrevista é uma série de entrevistas com músicos da cena independente da música brasileira feitas pelo redator Helton Grunge. Para dar continuidade a esta série de entrevistas, o convidado de hoje foi Ricky Rubio, guitarrista da banda Drive to Glory, de Araraquara – SP.

Drive to Glory é uma banda de Hardcore formada em Araraquara, interior de São Paulo, no ano de 2013. Com o intuito de fazer um trabalho mais voltado para o Hardcore Melódico, alguns amigos e amantes do estilo se juntaram para começarem este projeto, que ainda tem muito o que falar e muita música para apresentar. Confira esta entrevista e conheça mais sobre a banda e sobre este músico que ainda tem muito o que falar.

Gostaria de agradecer por ter aceitado o convite. Hoje vamos falar um pouco do seu trabalho, da banda Drive to Glory, falar de seu ideal, de seu som, de sua história e das novidades que vêm por aí. Mas para iniciar, vamos do começo: quando a banda começou e qual é seu ideal?

Ricky Rubio: A banda começou em 2013. O ideal da banda é transmitir sua mensagem para as pessoas, buscando ter um mundo mais digno e tentando transmitir conhecimentos e vivências diversas. Muitas vezes, as pessoas identificam, nas nossas músicas, coisas que já viveram e isso acaba eternizando um momento pra elas de uma forma boa. Acredito que a música faça isso com a maioria das pessoas e com os corações, mentes e almas delas, quando a ideia é bem transmitida.

 

Legal sua visão e o modo e o modo como acredita em seu trabalho. Falar para nós e para o público: quem é a banda?

Ricky Rubio: A Drive to Glory é formada por: Ricky Rubio e Wilson Freitas nas guitarras, Matheus Santenco na bateria, Marcel Giandoni no vocal e Leandro Domiciano Baixo. A gente fala que a Drive to glory é uma família e todos nós somos a Drive to glory, independentemente de tocar ou apenas curtir o som: estamos todos juntos (referindo-se ao público também).

 

 

E o nome da banda? De onde surgiu o nome Drive to Glory e o que ele significa para vocês?

Ricky Rubio: O nome veio depois que decidimos para que queríamos a banda. Tentamos mostrar o caminho para um mundo melhor, para uma convivência melhor entre pessoas apresentando nossas opiniões.

 

Muito interessante. Legal ver o ideal de vocês tanto nas letras quanto na forma a que você se refere ao trabalho. Já que é assim, fala qual a mensagem que querem levar ao público?

Ricky Rubio: Queremos levar ao nosso público tudo o que vivemos, tudo que conhecemos e passamos, através de músicas boas para marcar a vida de cada um de maneiras diferentes.

 

Muito legal compartilhar estas experiências e esta visão de mundo com o público. Você considera que banda tem algum estilo definido? Qual?

Ricky Rubio: Temos o hardcore “melódico” como estilo definido, misturando o peso com melodias, buscando sempre mesclar ambos de uma forma única.

 

E quem são as influências de vocês?

Ricky Rubio: Temos várias influências do estilo hardcore, como: Dead fish, Milencolin, Sugar Kane, Statues on Fire, Pense, Bullet Bane, Comeback Kid, entre outras.

 

Vocês já tem um álbum lançado, não é? Qual é o nome dele e sobre o que ele fala?

Ricky Rubio: Sim, temos. Ele se chama “Protesto”. Nosso primeiro álbum falou sobre protestos de vários tipos: um deles é sobre o meio ambiente e, claro, falamos também sobre a política brasileira. Quem ouvir “País da Copa”, “Máfia Verde” e “Alienados” irá entender a mensagem do álbum.

 

Achei muito interessante o álbum de vocês, gostei da ideia que transmite e da agressividade que ele tem, mesmo que tenha muita melodia no estilo. Mas, continuando, falando de palco agora: qual foi o show inesquecível que fizeram? Quando e onde foi?

Ricky Rubio: O show inesquecível que fizemos foi na maior casa Underground do país: chamada Hangar 110. Tocamos em 2016, foi o último show da casa naquele ano, para a gente foi uma coisa surreal tudo aquilo.

 

Muita história já teve essa casa, não? Que honra que tiveram ao tocar lá, certamente marcaram o nome de vocês no underground. Ainda falando de shows: qual foi o show inesquecível a que assistiram? Quando e onde foi?

Ricky Rubio: Tiveram diversos shows a que assistimos e foram inesquecíveis. Mas, até hoje, quando vejo Dead Fish ao vivo, sempre parece que é a primeira vez.

 

Legal ter esta sensação de tudo ser novo, mesmo que já tenha visto várias vezes. Acho que isto é o que motiva o fã. Saindo um pouco do palco agora e voltando para o estúdio: pretendem lançar material novo? Quando? Sobre o que ele irá falar?

Ricky Rubio: Iremos lança material no segundo semestre deste ano. O tema dele é uma grande surpresa, pois terá aproximadamente 12 músicas e está sendo guardado entre “sete chaves”, assim que lançarmos acredito que todos ficarão bem surpresos!

 

Legal, heim? Deixando um pouco de mistério e fazendo com que a gente fique curioso, mas tudo bem. Só entrar em contato que terei o prazer de conferir o lançamento e mostrar para o Brasil aqui pela Roadie Metal. Já que vocês trabalham na cena independente, no underground e têm que correr atrás dos shows, levar o trabalho para o público, me diga: como vocês enxergam a cena underground hoje em dia?

Ricky Rubio: Enxergamos que o underground irá dominar todo o cenário, com toda essa divulgação via internet e tudo. É uma coisa que não demorará muito tempo para acontecer, pois o underground é muito grande!

 

Já que é assim e, mesmo que seja grande, parece desunido. O que fazer para unir mais a cena?

Ricky Rubio: É fazer acontecerem mais eventos, com as bandas todas juntas: desde metal até hardcore, até pop, tudo junto! Essa é a verdadeira união, é isso que faz a diferença realmente.

 

Entendi. Concordo com você nesta parte: muitas bandas se veem mais como rivais do que como representantes da arte, de uma cena, tenho certeza que isto faz com que não tenha muita união fora do nicho, do grupo a que pertencem as bandas.
Mas vamos voltar lá no início, quando você era mais novo e ouvia música. Certamente, um dia deixou de ser apenas um hobby e passou a querer ser profissão, viver disso. Sendo assim, para a gente: quais foram os álbuns que marcaram sua vida e que te inspiraram a entrar no mundo da música?

Ricky Rubio: Foram diversos álbuns: desde Nadando com os Tubarões, do Charlie Brown Jr, até Chegou a Hora de Recomeçar, do CPM 22. Outro importante foi Zero e Um do Dead Fish. Internacionais tiveram vários, são muitas influências que me fizeram entrar nesse mundo da música e jamais vou me arrepender, pelo contrário, agradeço muito por ter entrado nesse mundo, é minha vida!

 

Falou só clássico dos anos 90 e 2000, heim? A época em que a MTV apresentava os clipes para a galera e todo mundo queria conhecer bandas novas que surgiam.
Vamos entrar agora na área do sonho: se pudesse ir a algum show no mundo, de qualquer época e qualquer banda: a qual iria e por quê?

Ricky Rubio: Uma banda que gostaria de ver ao vivo é NOFX, curto o som da banda, mas não tive a oportunidade ainda.

 

Olha, que legal! Certamente uma banda que ajudou a inspirar várias bandas que movimentaram a cena underground no fim dos anos 90 e início dos anos 2000, principalmente as bandas de hardcore que surgiram. Ainda ficando na área do sonho: de todos os trabalhos que você já ouviu na vida, de qual você gostaria de ter sido o autor?

Ricky Rubio: Do disco Zero e Um do Dead Fish.

 

Não tinha como ser de outra banda mesmo, já que você falou que não importa quantas vezes assista aos shows, sempre parece a primeira vez. É claro que tinha que ser do Dead Fish. Ótima escolha! Voltando agora para este momento, indo para aquilo que inspirou você e a banda a fazerem música: quais álbuns foram referência para você como músico? Quais álbuns são referência para o som da Drive to Glory?

Ricky Rubio: Como referência para o som da Drive to Glory são vários! Cada integrante tem uma influência, acabamos misturando tudo e, com isso, sempre saem letras marcantes e um instrumental bem trabalhado, com várias vertentes na linha do Hardcore.

 

Muito interessante conhecer um pouco da banda, um pouco sobre você e o modo como se relaciona com a música e com a cena no geral. Já estamos chegando ao fim da entrevista, mas deixa registrado aqui e deixa a galera conhecer um pouco mais sobre você: quem é o Ricky Rubio e o que ele faz pela música em geral? Qual é a sua motivação? Até onde você quer chegar com a banda?

Ricky Rubio: O Ricky Rubio é apenas um cara que gosta de músicas, que ajuda bandas e artistas, que traz o artista até seu público ou o público até seu artista. Minha motivação é ver os sorrisos e a felicidade em cada pessoa. Espero tocar em todas as casas do Brasil e conhecer o mundo com a banda, é isso que espero.

 

Nem todos têm esta vontade de ajudar, de querer levar o público à banda ou apresentar a banda a um público que possa ter interesse naquele trabalho. O mundo tem se tornado muito individualista, mas é legal ver que você tenta fazer diferente.
Para continuar falando de você: tem alguma carreira paralela? Como chama? Qual o tipo de som? Se não, tem interesse em ter algum outro projeto? Como seria?

Ricky Rubio: Infelizmente ou felizmente não tenho interesse em ter outros projetos, apenas penso em seguir com a Drive to Glory, esse é meu pensamento nos dias de hoje.

 

Interessante o modo como foca seu trabalho na banda e de como quer fazê-la acontecer. Acho que o segredo passa por aí: acreditar. Muito obrigado pela entrevista, espero ouvir falar muito ainda da banda. Para finalizar: qual o recado que vocês deixam para quem está começando no cenário independente e do rock em geral?

Ricky Rubio: Meu recado é para nunca desistirem, pois é uma jornada longa com: alegrias e realizações, mas sempre tem alguém também querendo te colocar para baixo, aí basta você resistir e lutar pelos seus sonhos, acima de qualquer situação! Faça músicas boas e mostre seu trabalho, eles vão falar mais do que você e falarão por você.

Para saber mais da Drive to Glory, basta entrar nos links abaixo.

Facebook: http://bit.ly/dtg-facebook
Instagram: http://bit.ly/dtg-instagram
YouTube: http://bit.ly/dtg-youtube
Bandcamp: http://bit.ly/dtg-bandcamp

Ouça a Drive To Glory

Fala do Jão (Clipe Oficial): http://bit.ly/dtg-fala-do-jao-clipe
Alienado (Lyric Video): http://bit.ly/dtg-alienado-lyric
Spotify: http://bit.ly/dtg-spotify
Soundcloud: http://bit.ly/dtg-soundcloud
Download do álbum: http://bit.ly/dtg-protesto-download.