Governador da Califórnia diz que concertos não devem retornar sem a vacina contra coronavírus

by Gustavo Troiano

O governador da Califórnia, Gavin Newsom, jogou água fria em quem espera participar de um concerto, festival de música ou evento esportivo em breve.
Durante uma coletiva de imprensa ontem, terça-feira (14 de abril), Newsom disse que não há um cronograma específico para modificar as restrições que foram colocadas em resposta ao surto de coronavírus, mas disse que shows e eventos em massa são as últimas coisas a voltar ao normal.

Questionado sobre como ele prevê os meses de verão e as celebrações tradicionais do feriado, como o 4 de julho e o Memorial Day, Newsom disse – “A perspectiva de reuniões em massa é insignificante, na melhor das hipóteses, até chegarmos à imunidade e à vacina. Portanto, eventos de grande escala que atraem centenas, milhares, dezenas de milhares de pessoas, todos juntos não fazem parte das nossas diretrizes e expectativas atuais “.
Reconhecendo que as condições podem mudar “radicalmente”, Newsom acrescentou: “Quando você sugere junho, julho e agosto, é improvável”.

Os comentários de Newsom aparecem apenas alguns dias depois que o Dr. Ezekiel “Zeke” Emanuel, consultor especial do diretor geral da Organização Mundial da Saúde, disse ao The New York Times que não prevê que seja seguro voltar aos shows, praticar esportes, eventos e outras reuniões públicas de massa por mais 18 meses.

You may also like

EnglishItalianJapanesePortugueseSpanish