Gilby Clarke: em entrevista a publicação, conta como foi substituir Izzy no Guns’N’Roses

by Alessandro Iglesias

O guitarrista Gilby Clarke teve uma das mais duras missões que se tem notícia na história do show business mundial. Em pleno auge do Guns’N’Roses, “estouradaço” pela fantástica repercussão do projeto quádruplo, “Use Your Illusion” 1 e 2, substituir um dos fundadores e principais compositores do grupo americano: Izzy Stradlin! E o processo se deu no meio da GRANDE turnê promocional, quer dizer, não havia muito tempo hábil para entrosamento. Foi literalmente “na fogueira”! Era basicamente como essa duas metáforas: fazer apenas um treino e entrar em campo com um time de futebol vencedor, ou realizar apenas um ensaio e subir no palco para executar um espetáculo teatral. Complicado… Fora a aceitação dos fãs com relação a um “intruso” que surgiria “do nada”, já que Izzy era bastante querido pelos ardorosos seguidores do grupo americano.

Em entrevista recente a publicação Guitar World, Clarke disserta como foi aquele período: “Eu adorava o que Izzy e Slash fizeram, especialmente em ‘Appetite for Destruction’ (1987). Eles tocavam um para o outro, se completavam. Era como o Aerosmith, que é uma versão mais alta dos Rolling Stones”, afirmou. “Eu tentava pegar o que Izzy começou e apenas acrescentar algo àquilo. Eu não uso tanto ganho na distorção como Slash, mas eu utilizava mais ganho do que Izzy“, reforçando o que todos tinham percebido: seu estilo de tocar era mais “pegado” que o de Izzy e trouxe mais peso a banda.

Durante a prosa, Gilby destacou que a evolução de Slash naquela fase era considerável. “Slash evoluiu muito desde o ‘Appetite’ até o início da turnê dos ‘Illusion’. Ele deixava uma guitarra no quarto de hotel e ficava praticando sempre”, afirmou. Deixou claro ainda que a tumultuada fase “sexo, drogas e rock’n’roll” naquele período, não representava ausência de musicalidade e técnica por parte da banda. “Havia muita festa rolando nos shows e nós estávamos aproveitando o que estava ali, mas uma coisa sobre o grupo, era que todos levavam a música muito a sério. Ninguém queria decepcionar o outro”, disse. Por fim, afirmou que o Guns’N’Roses era “obviamente a banda de Axl Rose e Slash“, e que “ainda passava a sensação de que era uma banda”. “Slash me perguntava o que eu achava de algumas coisas, assim como Axl. Eu sabia meu lugar e sabia que estava há pouco tempo na formação, mas realmente parecia que também era a minha banda”, concluiu.

Gene Simmons and Wolfgang Puck Host Rocktoberfest Opening Night at L.A. Live in Los Angeles on October 15, 2012

Gilby Clarke não teve a oportunidade de mostrar seu talento criativo em estúdio. Com o GNR, gravou somente o álbum de versões“The Spaghetti Incident?” (1993), além dos registros ao vivo “Use Your Illusion World Tour 1992 in Tokyo” (1992) e parcialmente, “Live Era ’87-’93” (1999). Abaixo, performance de Gilby juntamente com Slash (instrumental de “Wild Horses”, dos The Rolling Stones, nos tempos áureos do Guns”N”Roses durante a turnê que foi seu “batismo de fogo”:

You may also like

EnglishItalianJapanesePortugueseSpanish