Gaahl – Existe preconceito no Black Metal?

by Verônica Mourão
Gaahl (Ex Gorgoroth) se abre sobre ser gay na cena do black metal, numa entrevista para a Metal Injection .


 A Metal Injection encontra com o lendário vocalista, Gaahl, para discutir sua nova banda Gaahls Wyrd, o significado do nome, trabalhar com seus colegas de banda, onde se encaixa em sua carreira, sentimentos em relação à arte, a verdade sobre ser gay na cena black metal norueguesa, o que ele aprendeu em sua vida e muito mais! 

Quando perguntado sobre o impacto em assumir sua homosexualidade, a resposta de Gaahl foi enfatica: "Foi muito grande na verdade". Ele continuou "Eu tive várias pessoas a me contactar, especialmente na Europa Oriental. Tem sido um monte de gente vindo até mim e é algo tão simples como isso, por todos os meios, "seja você mesmo". E se eu pudesse tornar mais fácil para as pessoas ... é frustrante que tenha que ser um empurrão para frente. É extremamente limitante, no sentido de "por que alguém se importaria?" Mas é mais frustrante para mim ver que as pessoas realmente têm que ter alguém que diga que está tudo bem com essa escolha.

Eu gostaria que fosse mais relaxado, mas eu posso ver como é difícil. É uma pena ver que eles têm que ter alguem um como eu empurrando-os para fora ". Ele continuou "Eu não acho que a comunidade do metal seja tão dura nisso. 

Acho que é uma idéia geral. Na comunidade do metal, especialmente na comunidade do black metal, as pessoas não se importariam. É só pessoas que criam ficções. O mundo tem idéias próprias, mas dentro do metal eu acho que a comunidade metal é uma das comunidades mais abertas que existe, eu nunca vi nenhuma discriminaçao lá, claro, eles estão ligando as coisas de volta aos primórdios com Dissection, Faust e Imperador, a primeira pessoa a me mandar uma mensagem depois que a mídia me descobriu ser gay, foi Faust, ele me enviou uma mensagem de apoio, então as pessoas podem imaginar o que quiserem, eu não conheço ninguém no black metal norueguês que seja contra os gays. 

É uma cena extremamente liberal. Então, qualquer um que fingir ou tentar fazer algo diferente, não vai funcionar. Porque nunca foi assim. " Deve-se notar que Faust foi preso por matar aleatoriamente um homem gay, esfaqueando-o dezenas de vezes no início dos anos 90. Ele cumpriu nove anos de uma sentença de quatorze anos. 

  https://www.youtube.com/watch?v=CogRHsL40po 


You may also like

EnglishItalianJapanesePortugueseSpanish