A dupla formada pelos norte-americanos Mark Tomorsky e Tommy Johnsmiller, se chama Foundry Town Survivors. Amantes da cena clássica do hard rock, os amigos tiveram a ideia de reproduzirem em suas músicas o clima setentista. Para consolidar mais ainda esta iniciativa, o duo gravou a canção “RPM” que, de forma independente, mostra agora aos milhares de fãs saudosistas pelo mundo. Relembrar a cena rockeira da era mais criativa do rock’n’roll é perfeitamente natural, ainda mais que o Foundry Town Survivors cresceu testemunhando a carreira de nomes como MC5, The Stooges, Alice Cooper e outros do estado de Michigan, mais precisamente Detroit.

As linhas de guitarra de “RPM” foram compostas para estabelecerem este revival. É impossível acompanhar os acordes, riffs e melodias da música e não se lançar em um túnel do tempo. O que temos aqui é simplesmente uma música pesada e, ao mesmo tempo, veloz, cercada por uma atmosfera genuinamente clássica. Embora atual, a gravação com intenção de homenagear os pilares do rock dá um verdadeiro reverse na mente. Até mesmo o solo de guitarra, com a ajuda da timbragem, conseguiu emular com brava qualidade o estilo setentista. Além disso, é um belo solo inspirado e com qualidade acima da média.

Se a parte musical alcançou o resultado esperado, quem não esperava ver algo mais seria os fãs, pois o single, por si só, já demandava satisfação. Mas, por conseguinte, Mark Tomorsky e Tommy Johnsmiller foram além das expectativas e, com a colaboração da Flying Wedge Media, lançaram a versão em videoclipe de “RPM”. Antes disso, é importante registrar que a música foi gravada no estúdio Whipping Post Audio, em Las Vegas, e, além de guitarrista, Tomorsky também produziu, mixou e masterizou tudo. A título de mais informação, os vocais da canção também é dele, assim como a produção de toda a obra.

Agora, sobre o videoclipe, a sacada foi boa, embora simples. Aqui, basicamente a homenagem tomou forma com imagens de artistas, lugares e eventos consagrados da época. A letra, de cunho rebelde, reforça o tema e adorna as imagens selecionadas para o vídeo. Se, ouvindo “RPM”, a imaginação nos leva a outros tempos, assistindo ao seu videoclipe, então, mergulhamos de vez nessa magia. Por fim, ficaríamos felizes por mais obras como esta, que resgatam sonoridades da realeza do rock. A nova geração, que tanto deve a nomes como os que estão nessa homenagem, deve agradecer por este registro tão dedicado e competente.

Assista ao videoclipe de “RPM”

Visite o site oficial de Foundry Town Survivors

https://foundrytownsurvivors.com

Encontre sua banda favorita