Do ano passado até aqui, o cantor americano Joey Rival lançou cinco singles que agregam muito à cena pesada mundial. O mais novo trabalho se chama “Rooted In Blood” e, embora pareça fazer analogia ao clássico “Roots Bloody Roots” do Sepultura, a música do artista de Riverside, Califórnia, nada tem a ver com essa comparação. Contudo, influências de metalcore e thrash metal no som dizem muito sobre suas referências. Como trabalho independente, Joey se encarregou de lançá-lo pelo próprio selo chamado RivalRecords. Por conseguinte, a música já circula pela maioria das plataformas digitais, além de possuir uma versão em lyric video no YouTube.

Com uma proporção de peso semelhante ao da sua antecessora “Near Death” – lançada em fevereiro –, “Rooted In Blood” possui certa pompa nas linhas de guitarra. Esse cuidado mais técnico com os riffs reflete na boa escolha enquanto as linhas são compostas. Como resultado, a canção fica mais versátil, com doses de groove, mas sem perder a rispidez. Mas não penses que aqui é como as bandas de metal progressivo, que se importam com a qualidade e esquecem do ‘feeling’. Joey, nesse quesito, buscou harmonizar ao máximo cada elemento da música para o resultado não sair muito complexo.

Sobre a sessão ritmica, o baixo e bateria trabalham perfeitamente alinhados. Tanto nas partes mais pesadas como nas melódicas a destreza impera. Ouça a execução da caixa em sincronia com os pedais duplos, permitindo a marcação assertiva e harmonizada das quatro cordas. Além disso, a produção do single também contribui para a sonoridade fluir livremente em nossos ouvidos. Nesse sentido, podemos dizer que as vocalizações guturais que alternam com as limpas, são como cerejas no bolo. Sobre isso, é correto dizer que a interpretação oral é bastante dinâmica, onde a teatralidade das emoções escorre pelas cordas vocais de Joey.

Não se poderia esperar menos de uma pessoa, cujas qualidades artísticas se baseiam na voz, guitarra, técnicas de estúdio, além de compositor e designer gráfico. Apesar de suas funções serem muito acumulativas, o homem ainda presta serviço como músico de sessões. Isso explica o porquê de tanta qualidade em suas composições? Bom, escute os outros singles também. Embora Joy seja um workaholic de mão cheia, em “Rooted In Blood” preferiu trabalhar com Danymal Sound nas mixagens e Ted Whitten na masterização. O resultado você escuta a seguir, mas já adianto que é um verdadeiro espetáculo de pancadaria e melodia em proporções simétricas.

Confira a versão em lyric video para “Rooted In Blood”.

Visite o artista em seu site oficial:

https://www.joeyrival.com

Encontre sua banda favorita