Com letras que abordam temas de traumas passados, abandono e amor não correspondido, pintando um quadro vívido para os ouvintes, o norte-americano Austin Blyth ajuda a resgatar uma sonoridade que teve seu auge nos anos 80, principalmente, mas sem soar datado, pelo contrário, ele dá uma roupagem bem atual às suas canções.

É o que podemos ouvir nesta magistral canção chamada “Undead Vixen”, que traz elementos do post-punk, mas ganha a agressividade do rock alternativo e ainda incrementações enérgicas do hardcore, soando peculiar desde o início. O mais interessante é que a faixa traz teclados sombrios, mas não é exatamente uma faixa obscura.