Pedi a algumas bandas que quisessem ter uma resenha aqui na Roadie Metal, que me enviassem os materiais. Pelo material impresso é que você observa o carinho, o cuidado e a vontade que uma banda tem em divulgar o seu trabalho. E o primeiro material que chegou em minhas mãos foi o da banda paulista Blackdome. E que puta material!

O disco veio lacrado, novinho e assim que chegou já foi direto para audição. Ao abrir e pegar o CD, me deparei com um encarte grosso, composto de todas as letras e ilustrações representativas de cada faixa. Sensacional. Aliás, que projeto gráfico lindo. Dá gosto de ver uma capa desta e um encarte tão bem diagramado. As ilustrações ficaram a cargo de Rodrigo Bueno e a capa sob a responsabilidade de Carlos Fides. E eu realmente adorei este material. Dá uma olhada aí em duas delas:

whatsapp-image-2017-01-17-at-18-07-58-1

whatsapp-image-2017-01-17-at-18-07-58

Vamos falar do som da Blackdome. De Sorocaba, a banda formada por Cleiton Rodrigues nos vocais, Felipe Colenci nas guitarras, teclados e vocais, Fábio de Borthole no Baixo e Zico Teixeira na bateria apresenta um Heavy Metal Progressivo de extremo bom gosto, repleto de muita criatividade nas composições e melodias, inspirados em Dream Theater, Pain of Salvation, Symphony X. Destacar um ponto positivo é pouco para o excelente trabalho da Blackdome. Cleiton com seu timbre ressoa praticamente perfeito em todo o trabalho. Colenci também demonstra uma ampla gama de referências musicais e apresenta um repertório de variações além do esperado. E o que Zico (nome de craque, claro) faz na bateria de “Born With Me” é sacanagem.

Meus destaques são para “Blinded Nation” faixa de abertura com seus contratempos aliado as melodias vocálicas de Cleiton, “Surrogates” com boas doses de Hard e Progressivo em seus quase sete minutos de música. “In My Mind” que já havia sido lançada como single deste trabalho e com um ótimo refrão grudento, “Sandstorm”, “Madman’s Life” e “Do You Believe?”, uma das melhores faixas do disco com seus violinos e pianos junto com refrões, solos e quebra de tempos bem trabalhados, lembrando em alguns momentos alguns trabalhos do Dream Theater. Ótima melodia e excelente faixa.

E minha recomendação absoluta é “Born With Me”. Caralho que som fantástico! Deveria abrir o disco, Blackdome! É simplesmente uma das melhores músicas que eu ouvi de banda brasileira nos últimos tempos. É completa! Parabéns.

Acredito que se este disco chegasse aos meus ouvidos antes do final de 2016 ele teria grande chance de se tornar um dos melhores do ano. É um trampo bastante completo, muito bem gravado e mixado, com cuidado em todos os detalhes. A Blackdome entra no cenário mostrando que não está de brincadeira e que vai atingir voos muito altos em breve. Além de recomendar o som dos caras, vale muito a pena adquirir o CD deles, através da página da banda no Facebook, porque só o encarte já vale o investimento, está realmente lindíssimo!

Formação:
Cleiton Rodrigues (vocal);
Felipe Colenci (guitarra, teclado e vocal adicional);
Fábio De Borthole (baixo);
Zico Teixeira (bateria).

Faixas:
01 – Blinded Nation
02 – The Chaos Suite
03 – Haters
04 – Surrogates
05 – In My Mind
06 – Sandstorm
07 – Do You Believe?
08 – Madman’s Lie
09 – Born Whit Me
10 – Reality