Geoff Nicholls, tecladista do Black Sabbath e que acompanhou a banda por duas décadas e meia, morreu neste sábado aos 68 anos. Nicholls estava lutando contra um câncer de pulmão.

“É com muito pesar que fiquei sabendo sobre a morte de um de meus amigos mais próximos e queridos.”, escreveu Tony Iommi no Facebook. “Geoff e eu sempre fomos muito próximos e ele me apoiou bastante ao longo de quase 40 anos. Sentirei muito sua falta e ele estará sempre em meu coração, até o próximo reencontro. Descanse em paz, querido amigo”, finalizou o membro fundador do Sabbath.

A banda Quartz, grupo que Nicholls tocava antes de se juntar ao Black Sabbath em 1979, também lamentou a morte do companheiro em comunicado. “Todos na banda estão com sofrendo para encontrar as palavras exatas para expressar os sentimentos e tristeza com a morte de nosso querido amigo Geoff Nicholls”.

A primeira contribuição de Nicholls com o Black Sabbath foi no LP de 1980 Heaven and Hell, e permaneceu com a banda por nove álbuns de estúdio, um disco ao vivo, diversas turnês mundiais e outras mudanças com o grupo. Em 85, Nicholls tornou-se um membro oficial do Black Sabbath, posto que manteve até 1996, quando Ozzy Osbourne retornou à banda. Nicholls foi substituído por Adam Wakeman em 2004.