Biografia: Tarja Turunen – A voz de um talento natural

by Jennifer Kelly

Tarja Soile Susanna Turunen Cabuli, nasceu no pequeno vilarejo finlandês de Puhos, pertencente ao município de Kitee, na região da Carélia do Norte, na parte oriental do país, em 17 de agosto de 1977, sendo a única filha entre 3 irmãos. Desde pequena, sempre apresentou interesse pela música, algo que foi logo notado por sua mãe. Aos três anos, ela cantou a música “Enkeli Taivaan” (Anjo do Céu, em português), pela primeira vez em público, numa festa de família. Para que ela pudesse praticar o canto com regularidade, bem como aprimorar suas técnicas vocais, sua mãe a colocou no coral da paróquia em que sua família frequentava. Já aos 6 anos, passou a estudar piano erudito, sempre com o apoio dos pais, que faziam todo o esforço para que ela estudasse, mesmo morando a uns 20Km de distância.

Seu talento natural, no entanto, lhe gerou problemas na escola, uma vez que ela começou a se tornar popular, sendo sempre convidada a cantar nas pequenas festas da escola, assim como, por ser uma aluna aplicada, tirava notas altas e era uma das alunas preferidas dos professores. As outras meninas a maltratavam, praticando bullying. Desta forma, Tarja tornou-se mais introvertida e tímida. Porém, a maioria de seus amigos eram os garotos, que mantinham admiração por ela e a tratavam com respeito.

Tarja Turunen

Seus grandes ídolos na infância eram cantores de Soul, como Whitney Houston e Aretha Franklin. Seus pais achavam que este seria o caminho a ser trilhado por ela. Porém, uma mudança de direção se fez presente, quando ela, já aos 15 anos, mudou-se para Savonlinna, no sudeste do país, onde estudou na Savonlinna Senior Secondary School of Art and Music, passando a ter aulas de canto lírico e seguiu focando-se nesse estilo. Nessa época, pela primeira vez apresentou-se para um público de mais de mil pessoas, como solista em um concerto de Natal.

Uma nova mudança, agora aos 18 anos, fez com que ela pudesse desenvolver realmente seus dotes musicais, aperfeiçoando-se no canto lírico e na música de câmara, ao ingressar na Academia Sibelius de Artes, na cidade de Kuopio, sendo esta a maior cidade da região oriental da Finlândia.

No ano seguinte, em 1996, aos 19 anos, foi convidada por um colega de classe, também natural de Kitee, sua cidade natal, chamado Tuomas Holopainen, que possuía um projeto acústico, para integrá-lo. Além de Tarja e Tuomas, fazia parte do projeto o guitarrista Empuu Vuorinen. Eles gravaram uma demo chamada “Nightwish”, que mais tarde viria a dar nome oficialmente à banda. Na mesma época, ela cantou pela primeira vez no Festival de Ópera de Savonlinna, interpretando algumas obras de Wagner e Verdi, como membro do coral.

Nightwish – 1996

O primeiro álbum da banda “Angels Fall Fist”, foi lançado em 1997 e Tarja se apresentou com o grupo pela primeira vez, em 31 de dezembro daquele ano, em Kitee, sua cidade natal.

Junto com os lançamentos subsequentes do Nightwish, Tarja ainda realizou diversos espetáculos bem-sucedidos de música lírica, nunca deixando de estudar, tanto que se mudou para a Alemanha, onde passou a frequentar a Universidade de Música de Karlsruhe, no sul do país.

Em uma turnê pela América do Sul, em 2002, conheceu seu então futuro marido, o empresário argentino Marcelo Cabuli.

Em 21 de outubro de 2005, após o fim da Once Upon a Tour, Tarja foi oficialmente demitida da banda através de uma carta aberta à imprensa, assinada pelos outros integrantes do grupo.

Mesmo antes de sua demissão do Nightwish, Tarja já havia experimentado um trabalho solo, com o lançamento do single natalino “Yhden Enkelin Unelma”, em 2004, chegando a disco de plantinha na Finlândia e ao primeiro lugar nas paradas musicais. Já após sua saída do Nightwish, Tarja realizou uma turnê natalina, que passou pela Finlândia, Alemanha, Espanha e Romênia, sendo que neste último, foi acompanhada pela Orquestra Filarmônica de Sibiu.

Tarja Turunen

Tarja continuo em atividade, participando, em 2006, do álbum solo de seu irmão Timo Turunen, além de ter lançado seu primeiro álbum independente, ainda com temas natalinos, chamado “Henkäys Ikuisuudesta”, que foi também muito aceito, chegando a disco de platina e à segunda posição nas paradas finlandesas. Para promover a obra foi realizada uma tour de 2 meses, pela Finlândia, com mais 2 concertos realizados na Rússia. O show realizado na cidade de Lahti, no sul da Finlândia, teve lotação esgotada. Foi transmitido ao vivo pela emissora YLE TV2, com a audiência sendo estimada em trinta por cento em horário nobre, o que corresponde a mais de quatrocentos e cinquenta mil espectadores. 

Seu primeiro álbum solo de Metal “My Winter Storm” começou a ser gravado em agosto de 2006, nos estúdios Grouse Lodge, no interior da Irlanda. A produção do álbum a levou para Los Angeles, onde recebeu seus últimos arranjos, no estúdio do compositor de trilhas sonoras Hans Zimmer, o Remote Control Studios. Como curiosidade, o guitarrista brasileiro Kiko Loureiro, hoje no Megadeth, mas na época, membro da banda brasileira Angra, gravou uma participação na música “Calling Grace”, tocando violão.

Kiko Loureiro e Tarja Turunen – São Paulo (2014)

Desde então, Tarja Turunen não parou mais, angariando cada vez mais fãs ao redor do mundo com sua bela voz e extrema competência. O último álbum da cantora finlandesa “In the Raw”, o oitavo de sua carreira solo, foi lançado em 30 de agosto de 2019, sendo amplamente aclamado pelos fãs e pela crítica.

Sua última passagem pelo Brasil ocorreu em 2018, promovendo o álbum ao vivo “Act II”. Aguardamos ansiosamente pelo seu retorno com a “In the Raw Tour”, turnê esta que foi adiada para abril de 2021.

Tarja Turunen

You may also like

EnglishItalianJapanesePortugueseSpanish