Grupo deu origem às Vespas Mandarinas e venceu VMB em 2006 

O termo Rock Paulista surgiu em publicações jornalísticas em meados dos anos 80 quando nomes como Ira!, Mercenárias, Titãs e Voluntários da Pátria enchiam inferninhos como Val Improviso, Radar Tantã e Ácido Plástico. E a mesma sonoridade que deu evidência a essas bandas, inspirou as Vespas Mandarinas. 

No entanto, a banda jamais existiria se não fosse o espectro de influências do Banzé. O trio, que assim como as Vespas Mandarinas é liderado por Thadeu Meneghini, está de volta com o lançamento do álbum Antes da Queda pelo selo Novevoltz Records. 

Este é o segundo disco do Banzé, que foi originalmente divulgado como CD em 2008 e somente agora chega às plataformas de streaming. O trabalho marca o início da parceria de composição entre Meneghini e Adalberto Rabelo Filho (Numismata/Judas), que posteriormente tornariam-se os principais compositores das Vespas Mandarinas. 

Desta forma, o setlist traz à tona canções como Cobra de Vidro e Um Homem Sem Qualidades, sendo essas reverenciadas somente em 2014 ao serem regravadas pelas Vespas. No mesmo ano, renderam uma indicação ao Grammy Latino e tornaram-se “figurinhas carimbadas” na imprensa especializada.

O álbum Antes da Queda conta com 11 faixas e soa tão contemporâneo como se tivesse sido gravado há poucos meses. Isso ocorre à medida que as letras antecipam catástrofes naturais e sociais. No setlist, sobram participações notáveis, sendo a de Wayne Kramer, guitarrista do MC5 que toca em Tragam Me A Cabeça de Lester Bangs, a principal delas. 

Ouça o álbum Antes da Queda via Spotify

Outra canção representativa é Vai Pra Rua, originalmente composta por Arnaldo Antunes e Paulo Miklos para o Cabeça Dinossauro, dos Titãs. No entanto, a música ficou de fora do álbum e esteve engavetada até 2008, quando os ex-titãs cederam a canção para o então novo álbum do Banzé.

Thadeu  Meneghini frisa que a contemporaneidade das canções. “Todo o álbum acusa o falso otimismo da nossa geração. Ninguém esperava que chegaríamos a um momento tão agonizante como o que estamos vivendo atualmente. Essa é a idiossincrasia dos nossos tempos, onde, infelizmente, os direitos adquiridos estão sendo revistos. O Antes da Queda meio que antecipava tudo isso. Éramos chamados até de pessimistas demais na época”. 

Além de Thadeu Meneghini, o Banzé era formado por Willy Cardoso e Loco Sosa, que respectivamente tocavam baixo e bateria. Ambos ainda colaboram com vocais. A banda ganhou destaque pela primeira vez em meados de 2006, vencendo o VMB com o videoclipe de Doce Ilusão pela categoria “Melhor Clipe Independente”. 

Do princípio ao lançamento original do álbum Antes Da Queda, em 2008, o trio exibiu toda a sua influência no pós-punk do já citado Rock Paulista e no punk rock. Desta forma, inspirando-se em bandas como Smack, Cabine C, 365, Inocentes e Cólera.

  1. Antes da Queda
  2. Um Homem Sem Qualidades
  3. Infausto
  4. Tragam-me a cabeça de Lester Bangs
  5. Boca do Lixo
  6. Chave Mestra
  7. Cobra de Vidro
  8. Fada Carabina
  9. Hirsuto
  10. Terminal
  11. Vai pra Rua

“Essa nota é originada de colaboração externa à Roadie Metal, sem vínculo com a linha editorial do site”