SER FÃ É TUDO DE BOM

Aerosmith: o que esperar de uma banda que já conseguiu tudo?

A banda teve seu início em 1970 em Boston, Masschusetts e desde seu primeiro álbum (Aerosmith) lançado em 1973, a banda segue com a mesma formação: Tom Hamilton no baixo, Brad Whitford na guitarra base, Joey Kramer na bateria, Joe Perry na guitarra solo e nos vocais de apoio e Steven Tyler nos vocais principais. Perry se ausentou da banda por 4 anos entre 1980 e 1984, mas retornou para construir sua história na banda e no mundo do Rock.

A banda tem ao longo de sua carreira 15 álbuns de estúdio, 5 discos gravados ao vivo e 11 coletâneas oficiais. Com todo este sucesso alcançado, o que ainda esperar da banda?

Ao longo da carreira da banda, vimos sua evolução musical passando por vários estilos. Começou com um Hard Rock, com grande influência dos primórdios do rock lançando músicas como “Dream On” e “Mama Kin”; passou também por músicas mais românticas, lançando hits cantados com isqueiros acesos durante vários anos (hoje em dia, certamente, com as luzes dos celulares iluminando substituindo-o), dentre eles “Crazy”, “Cryin” e “Amazing”; a banda ainda aventurou-se num álbum de Blues chamado Honkin’ on Bobo, que alcançou grande vendagem também.

Mas, mesmo depois de todo este trabalho, ainda há o que esperar da banda? Como fora visto recentemente no Rock in Rio, o Aerosmith está longe de estar defasado. A banda segue firme com seus shows e tendo Steven Tyler ainda cantando maravilhosamente bem, cativando o público, interagindo e sendo o “frontman” de sempre.

A banda lançara álbuns épicos ao longo da carreira. Um destes álbuns que é muito falado até hoje é o “Toys in the Attic”, terceiro álbum da banda e lançado em 1975, ele trouxe consigo hits como “Sweet Emotion” e “Walk this Way”. Outro que não pode deixar de ser citado é o Pump, de 1989; nele estão sucessos como “What it Takes” e “Janie’s Got a Gun”.

O que podemos dizer de fato é que a banda ainda tem “lenha para queimar” e ir a um show deles é, com certeza, um evento marcante. Com suas músicas trabalhadas, todo o carisma da banda e com muitos hits, o show com certeza será inesquecível para quem tiver a oportunidade de assistir.

Compartilhe:

Tags

Sobre: Helton Grunge

Helton Grunge

Eu me chamo Helton, conhecido como Helton Grunge, sou formado em Letras pela UNESP e vocalista de uma banda de rock chamada Harper's. Moro em Matão-SP desde os 12 anos de idade e cresci ouvindo rock. O que mais me chama a atenção em uma música é a mensagem que ela passa para quem está ouvindo. E o rock, na maioria das vezes, consegue trazer ótimas mensagens para mim e para todo seu público. Minhas bandas preferidas são Nirvana, Engenheiros do Hawaii e Legião Urbana, porém ouço um vasto e variado repertório que passa desde o Pop Rock até o Heavy Metal: sendo um rock trabalhado e de qualidade, com uma mensagem boa a ser passada, estarei ouvindo. Cresci admirando o Aerosmith; seus grandes hits dos anos 90 e a voz inconfundível de seu vocalista Steven Tyler fez com que sua música marcasse o começo de minha adolescência. Aos 14 anos conheci toda a revolta e o grito de liberdade do Nirvana, desde então tornou-se minha banda preferida e o som que ajudou a lapidar meu modo de pensar, de agir e de ver o mundo ao meu redor. Acredito que a música tem o poder de melhorar o mundo e quero fazer parte desta melhora, passando boas mensagens com minha banda e escrevendo sobre bandas consagradas e sobre bandas novas que buscam seu espaço com um trabalho de respeito e qualidade. Minha meta é levar boa música a quem a procura, é levar conteúdo a quem precisa, é levar boas mensagens às pessoas que precisam delas. O rock tem o poder de mudar as pessoas e eu quero fazer parte disto.

Você talvez também goste...

Comentários

Vote para Melhores do Ano Nacional Roadie Metal 2017

Inscreva-se em nosso Feed

Esteja atualizado com tudo que acontece na cena Rock/Metal!

Siga-nos!

Comentários Recentes

Siga-nos os bons!