SER FÃ É TUDO DE BOM

Accept – Uma aula de Heavy Metal para novos e velhos amantes do estilo

O Accept está em turnê pelo Brasil com o seu último trabalho: “The Raise of Chaos“, lançado em 4 de agosto deste ano. Um conjunto de canções ao melhor estilo da banda, com a formação impecável de Mark Tornillo nos vocais, Wolf Hoffmann  na guitarra (Um dos criadores do grupo, junto à Udo Diskschneider) e o lendário baixista Peter Baltes. Ainda contamos com os últimos acréscimos da banda: O guitarrista Uwe Lulis  e o belo baterista Christopher Willians.

Em sua passagem no dia de ontem 12 de novembro por Belo Horizonte, nos foi brindado mais uma excelente oportunidade de acessar o brilhantismo de uma carreira autêntica e dedicado ao Heavy Metal. Uma aula por excelência, com primor participação do toque veterano e ao mesmo tempo a renovação, por parte dos álbuns que ainda são lançados e tão bem acolhidos pelo público do segmento.

Como disse um amigo:  “São nesses shows que revemos os velhos amigos do Metal“, numa platéia que um dia teve seu auge nos anos 80, ainda consegue estender sua longa cauda do Heavy tradicional e por décadas manter o protagonismo, ainda que o estilo tenha se diversificado tanto!

Com um palco compacto e perfeito para pequenas arenas – Music Hall, o show do Accept começou com uma porrada sonora que só encerrou 2 horas depois, injetando sem interrupções, pérolas da carreira da banda e de seu novo trabalho: The Raise of Chaos.

O show trouxe as 4 primeiras faixas: Die by the sword, Hole in the Head, The Rise of Chaos e Koolaid, mas a platéia foi ao delírio com clássicos da banda como Stalingrad, Living for tonite e balls to the wall; essa última já quase no final! O recheio de uma apresentação que dedicava acordes potentes do velho jeito de fazer Heavy Metal, trouxe alguns destaques:

 

1– A impressionante e furtiva apresentação de Wolf que conduzia a platéia com seu olhar enérgico e sempre a comunicar seu feeling e liberdade, de quem sabe fazer há décadas o seu melhor. Por vezes ele encarava os fotógrafos querendo dizer algo, talvez por ser um de seus hobbies!

2– a evolução notável da performace da banda, com o aquecimento do público a medida que os sucessos iam sendo despejados sem dó!

3– A camuflagem por óculos escuros, por parte de Tornillo muda sistematicamente depois que ele os retira e encara a platéia com um olhar que nos levanta de tamanha ternura e ao mesmo tempo firmeza!

4- Os belos acordes de Hoffmann que inicia um solo clássico da Habanera de Bizet,e Pour Elise  de Beethoven (interpretado por ele  como Blues Elise) que faz parte de seu trabalho solo: Classicos de 1997; e finalmente nos presenteia com a tradicional Metal Heart

5- Ouvir Neon Nights, Princess of the Dawn e Fast as a Shark, nos levou de volta ao passado e percebemos que a banda respeita muito o trabalho de Restless and Wild

Com um movimento orgânico de guitarras e pequenas coreografias que traziam à tona os velhos “modus operandi” que formou muitas bandas, entre elas AC DC,  Accept tocou fogo nos seus fãs e nos novos ouvintes, mantendo-se atual e possante. Sem sombra de dúvidas, um respiro para a alma mais tradicional que admira as origens do Heavy Metal e uma escola de talentos para inspirar novos músicos.

A noite se encerra com a banda nos oferecendo sua gratidão pela sempre boa receptividade que combina furtivamente com a simpatia da banda.

No dia seguinte no hotel, tive uma rápida conversa com Tornillo e Baltes, e além de me receberem com um cuidado e um carinho especial, conversaram gentilmente sobre o prazer de estar tocando no Brasil, além de assinarem CDs e camisas de um grupo pequeno de rapazes que se aproximou. Com o horário justo para o vôo de Curitiba, recebi um  abraço de Mark e apesar da rápida passagem de Hoffmann, todos nos deixaram realmente satisfeitos com aquele momento.

A produção do show em Belo Horizonte foi feita pela competentíssima produtora MS BHZ, de Márcio Siqueira que afirma sua competência em trazer shows internacionais com ações que vão desde seu planejamento até uma impressionante estrutura manager que abre os caminhos para bons concertos e bom acesso aos fãs.

Amanhã, dia 14 de novembro o show da banda é em Curitiba e depois ele seguem para Florianópolis apresentando-se no dia 15.

OBRIGADA ACCEPT!

A Roadie Metal está sempre presente em todos os destaques do Metal Brasileiro e Internacional.

Clique aqui e acesse nosso conteúdo via Facebook e nosso SITE. Roadie Metal, A voz do Rock.

Fotos e matéria: Verônica Mourão

 

Compartilhe:

Tags

Sobre: Verônica Mourão

Verônica Mourão

Sou fãnzona de Metal, Rock´n Roll e Worldmusic. Atuo como redatora de conteúdo, professora de dança e sou apaixonada com história, marketing, viagens e antropologia. Iron Maiden é minha banda preferida no metal, mas ouço qualquer som desse segmento desde os 9 anos de idade diariamente! Verônica Mourão

Você talvez também goste...

Comentários

Vote para Melhores do Ano Nacional Roadie Metal 2017

Inscreva-se em nosso Feed

Esteja atualizado com tudo que acontece na cena Rock/Metal!

Siga-nos!

Comentários Recentes

Siga-nos os bons!