O quadro “ABC do Metal” está de volta para enriquecer o seu conhecimento, agora com 5 bandas que começam com a letra H. Confira:

Hatefulmurder – Thrash/Death Metal – Origem: Rio de Janeiro, Brasil– Formado em 2008

Resultado de imagem para Hatefulmurder

Release: A banda natural do Rio de Janeiro é um dos destaques nacionais dos últimos anos, muito por conta da qualidade do seu som e pelas apresentações ao vivo cheias de energia. Lá em 2009, ainda com o vocalista Felipe Lameira, a banda lançou o single “Extreme Level of Hate“, que acabou levando à gravação de dois EPs nos anos seguintes, “When the Slaughter Begins” e “The Wartrail“.
Com certa notoriedade no underground, a banda acabou assinando com a lendária Cogumelo Records para o primeiro full-lenght, que veio em 2014, “No Peace“, que rendeu uma turnê brasileira e sul-americana. Mais tarde, a banda teve a troca de vocalistas, com Angélica Burns assumindo a voz.
Para o lançamento do segundo álbum, a banda assinou com a gravadora britânica Secret Service Records, eis que veio “Red Eyes“, um baita álbum que rendeu uma turnê brasileira com mais de 30 shows. Em 2019 a banda lançou de forma independente outro grande disco, “Reborn“, com uma baita produção e com as melhores composições da banda.

Músicas de destaque: “Red Eyes“, que dá nome ao segundo álbum é uma música indispensável, assim como “Silence Will Fall“, que abre o play, além de “Riot“. O single “Engrenagem“, a primeira música da banda em português, merece aquela adicionada na playlist. Do último álbum, “Reborn“, “Rise e “Spit Deception“. São só as dicas para os fãs iniciantes, mas ouça todos os álbuns, EPs, singles, sem dó.

Opinião do redator: Uma grata surpresa que passou na minha playlist e por lá ficou salva e favoritada. Seu som pesado com uma pegada moderna me acertou em cheio e desde 2018 tem sido recorrente em minhas audições musicais. Comparo bastante o estilo de cantar da Angélica com Alissa White-Gluz e a coloco como uma das maiores vocalistas femininas da atualidade junto com May Undead (Torture Squad) e Fernanda Lira (Nervosa). Fora isso, os responsáveis pela música, Renan Ribeiro na guitarra, Thomás Martin na bateria e Felipe Modesto no baixo, são fora de série, o que esses caras tocam impressiona, são muito bons.

Novidades: A banda teve uma ótimo recepção com o último álbum e já realizou alguns shows ano passado para a divulgação. Em 2020 a banda já tem datas pelo Brasil, com shows no Rio de Janeiro, Fortaleza e São Paulo. Destaque para o dia 10 de Abril, quando a banda toca no “Abril pro Rock“, em Recife.

Formação:
Renan Ribeiro – Guitarras, Backing Vocals
Angélica Burns – Vocal
Felipe Modesto  – Baixo
Thomás Martin – bateria

FACEBOOK|INSTAGRAM|TWITTER|YOUTUBE|SPOTIFY

Havok – Thrash Metal – Origem: Denver, Colorado – Formado em 2004

Resultado de imagem para Phantom Force

Release: No Havok é onde você encontra um Thrash Metal saudosista, com alguma pegada moderna e com uma qualidade fora do comum. A banda foi influenciada diretamente por Metallica, Megadeth e Slayer. David Sánchez, vocalista e guitarrista, formou a banda com seu colega de escola Haakon Sjogren, primeiramente. Rapidamente encontram Shawn Chávez (falecido em 2015) para focar apenas nas guitarras e, mais tarde, quem assumiu o baixo foi Marcus Corich. Com essa formação, gravaram apenas a primeira demo, “Thrash Can“.
Mudanças na formação ocorreram e só lançaram o primeiro full-lenght em 2009, “Burn“. Mais mudanças de formação até que, em 2010, a banda se estabilizou com Reece Scruggs nas guitarras, Jesse de los Santos no baixo e Pete Webber na bateria, para o lançamento de “Times Is Burn“, em 2011, e o EP “Point of No Return“, em 2012. Os 3 primeiros álbuns, incluindo uma coletânea, saíram pela Candlelight Records até que a banda assinou com a Century Media Records, onde já lançaram o álbum “Conformicide“, em 2017, e estão prestes a lançar seu quinto álbum, “V“, esse que será o primeiro com o novo baixista Brandon Bruce.

Músicas de destaque: É impossível eu não começar pelos dois covers espetaculares de “Arise” do Sepultura e “Post Mortem / Raining Blood” do Slayer, que são perfeitos, com a pegada de banda dos anos 80 e saudosista que citei acima. Das faixas autorais, ouça sem piedade “Prepare For Atack“, “Point Of No Return” e “Hang ‘Em High“, além da novíssima “Phantom Force“.

Opinião do redator: Para os fãs do Thrash Metal praticado nos anos 80, é um prazer ouvir esses caras, você encontra riffs velozes, pedais duplos, vocais agressivos e rasgados, além do baixo que não está ali só por estar. Há alguns grooves com uma pegada de Jazz em algumas faixas que fazem cair o queixo. É uma das melhores banda do Thrash Moderno e eternamente fará parte das minha audições.

Novidades: O novo álbum chamado “V“, o quinto da discografia, está para sair em Maio. O novo single “Phantom Force“, já mostra que os caras não estão de brincadeira e virão com um álbum fortíssimo. No mesmo mês do lançamento do álbum, a banda já tem shows marcados para a divulgação com o Hatebreed, além de alguns festivais em Agosto.

Formação:
David Sanchez – Guitarras, Vocal
Reece Scruggs – Guitarras
Brandon Bruce – Baixo
Pete Webber – bateria

FACEBOOK|INSTAGRAM|TWITTER|YOUTUBE|SPOTIFY

Halestorm – Hard Rock – Origem: York, Pensilvânia – Formado em 1997

Release: Quando tinham apenas 13 e 10 anos de idade, respectivamente, os irmãos Lzzy Hale e Arejay Hale formaram o Halestorm, compondo músicas desde então e fazendo shows locais com grande repercussão. Até 2004, a banda teve algumas mudanças na guitarra solo e baixo, com a saída de Leo Nessinger da guitarra solo e do pai dos irmãos, Roger Hale, que tocou baixo na banda pra “quebrar o galho”. Foi aí que Joe Hottinger assumiu a guitarra e Josh Smith o baixo, para assim o Halestorm ter a sua formação definitiva, que dura até hoje.
Em 1999, um EP foi lançado sob o nome de “Do not Mess With the Time Man”, sendo o único do grupo em seus primórdios.
Seu primeiro contrato foi com a gravadora Atlantic Records, assim lançando um EP ao vivo em 2006, intitulado “One and Done“, mas seu primeiro álbum, auto-intitulado, foi lançado apenas em 2009. Com grande sucesso, a banda lançou o DVD ao vivo “Live in Philly 2010” e o EP de covers, que já tem três volumes, chamado “ReAnimate“. Hoje, juntamente com o primeiro, a banda já conta com quatro álbuns, “The Strange Case Of…” (2012), “Into The Wild Life” (2015) e “Vicious” (2018), com vários sucessos e participações em grandes festivais, com o Rock Am Ring, Download e Rock In Rio.

Músicas de destaque: Uma vasta seleção poderia ser incluída como destaque, mas vamos com uma de cada álbum e algumas menções honrosas. “I Get Off” do primeiro álbum, foi o single de estreia e até hoje aparece nos shows. A vencedora do Grammy, “Love Bites (So Do I)” do segundo álbum. Já do terceiro álbum não é possível dizer só uma, então ouça o álbum completo, pois é muito bom, mas posso mencionar “Scream“, “I Am The Fire” e “Mayhem“. Já do último álbum, “Killing Ourselves To Live” tem um refrão incrível. Vale mencionar alguns covers do EPs “ReAnimate“, como “Bad Romance“, de Lady Gaga, “Shoot To Trill“, do AC/DC, e “Ride The Lightning” do Metallica.

Opinião do redator: Já tive a oportunidade de fazer algumas resenhas da banda, que gosto muito, e tenho uma opinião bem coesa sobre eles. São uma banda com muito talento, todos tocam muito, seus shows são cheios de energia e Lzzy Hale é uma das melhores frontwomans do Rock. É muito por conta dela que a banda se destaca, pois se fossem uma banda com um vocalista homem, seriam só mais uma no meio de tantas iguais no meio do Hard Rock.

Novidades: O sucesso de “Vicious” deu e ainda está dando frutos, a banda teve outra indicação ao Grammy em 2019 com “Uncomfortable” na categoria Best Rock Performance, mais uma vez aparecendo em grandes festivais, com destaque para o Download Festival 2019. Para alegria dos fãs, a banda acabou de lançar um EP chamado “Vicious (Stripped)” com algumas faixas acústicas de seu último álbum.

Formação:
Lzzy Hale – Guitarras, Vocal
Joe Hottinger – Guitarras, Backing Vocal
Josh Smith – Baixo, Guitarras, Backing Vocal
Arejay Hale – bateria, Guitarras, Backing Vocal

FACEBOOK|INSTAGRAM|TWITTER|YOUTUBE|SPOTIFY

Hatebreed – Metalcore/Hardcore – Origem: Bridgeport, Connecticut – Formado em 1994

Release: O Hatebreed é uma banda de Metalcore, com grandes influências do Hardcore e do Heavy Metal, formada em 1994 em Bridgeport, Connecticut, pelo vocalista Jamey Jasta, o baterista Dave Russo, o guitarrista Larry Dwyer e o baixista Chris Beattie. A banda passou por algumas mudanças de formação antes do lançamento do seu primeiro álbum, que veio em 1997, pela Victory Records. “Satisfaction is the Death of Desire“, vendeu mais do que qualquer estreia da gravadora e os frutos começaram a vir, turnês com o Slayer, Deftones e Napalm Death.
A banda foi lançar outro álbum somente cinco anos depois, em 2002, com “Perseverance“, seguido de “The Rise of Brutality” no ano seguinte. Esses que mostraram uma influência mais pesada em seu som, que seguiu assim nos álbuns seguintes até hoje. Curioso também é o EP somente de covers “For the Lions“, que tem faixas de bandas que influenciaram a carreira do Hatebreed.

Músicas de destaque: Para início de conversa, ouça o EP “Under The Knife” para ter a experiência de ouvir o som da banda o mais cru possível. Após isso, parta para “I Will Be Heard“, “Destroy Everything“, “In Ashes They Shall Reap” e finalmente “Looking Down the Barrel Of Today“. Assim terá um gosto de cada fase da banda.

Opinião do redator: O mais interessante do Hatebreed é a sua forma de fazer um som agressivo e acessível ao mesmo tempo. Não é nada comercial ou algo do tipo, mas é um som que empolga, que causa euforia em todas as audições e, ao menos para mim, não é enjoativo como muitas bandas do mesmo estilo.

Novidades: Após alguns anos de turnês para o bem-sucedido álbum “The Concrete Confessional” (2016), a banda finalmente lançou um novo single chamado “When The Blade Drops“, com a promessa de um novo álbum. O álbum ainda não contém título e nem data de lançamento divulgados, mas tudo indica que o lançamento será em maio.

Formação:
Jamey Jasta – Vocal
Chris Beattie – Baixo
Frank Novinec – guitarra
Wayne Lozinak – guitarra
Matt Byrne – bateria

FACEBOOK|INSTAGRAM|TWITTER|YOUTUBE|SPOTIFY

Helloween – Power Metal – Origem: Hamburgo, Alemanha – Formado em 1984

Release: Talvez a banda mais influente e, quiçá, criadora do Power Metal, o Helloween faz seu tradicional som desde 1984, quando foi formado por Michael Weikath (guitarra), Markus Grosskopf (baixo), Kai Hansen (vocal e guitarra) e Ingo Schwichtenberg (bateria). Influenciou bandas como Angra, Hammerfall, Edguy, Stratovarius, entre várias outras. Teve em seus três primeiros álbuns a sua fase considerada mais clássica e de maior sucesso, principalmente com os “Keepers” parte 1 e 2. Atualmente a banda está em uma turnê comemorativa com quase todos os membros que já passaram pela mesma, incluindo os três vocalistas, Kai Hansen, Andi Deris e Michael Kiske.

Músicas de destaque: Impossível não falar dos clássicos “I Want Out” e “Eagle Fly Free“, indispensáveis para qualquer fã de música boa, independente de ser fã da banda ou não. Também podemos citar “Forever And One (Neverland)“, “Dr. Stein” e “Halloween“.

Opinião do redator: Referência quando se fala em Power Metal, é uma das bandas que tem a legião de fãs mais fervorosa do planeta. Isso me faz respeitar muito a banda, que mesmo com mudanças de integrantes, de sonoridade, principalmente nos anos 90, não perdeu o legado e ainda tem muito a entregar. Indispensável em minhas audições e deveria ser regra ser fã desses alemães.

Novidades: Ano passado a banda participou do Rock In Rio no Palco Mundo e fez um show seguro e com muita energia. Também lançaram o DVD/CD e Blu-ray “United Alive In Madrid“, onde além da apresentação principal, ainda conta com vídeos do show em São Paulo em 2018. A promessa agora é que um novo álbum com os três vocalistas seja lançado em 2020, seguido de mais uma turnê incrível. Vamos aguardar.

Formação:
Michael Weikath – guitarra, backing vocals
Kai Hansen – vocal, guitarra
Markus Grosskopf – baixo, backing vocals
Michael Kiske – vocal
Andi Deris – vocal
Sascha Gerstner – guitarra, backing vocals
Dani Löble – bateria

FACEBOOK|INSTAGRAM|TWITTER|YOUTUBE|SPOTIFY

Encontre sua banda favorita