Olá pessoal, bem-vindos a mais um “A História Por Trás da Canção” que hoje estará em alemão, isso porque falaremos da música de uma banda que canta nessa língua. Claro, que estou falando da consagrada Rammstein, um dos poucos nomes que conseguiu fazer sucesso mundo afora cantando em sua língua nativa.

Quem é mais fãs com certeza conhece a “excentricidade” do Rammstein e o seu jeito um tanto peculiar, seja nas apresentações ou seja nas suas letras, que cantado em um bom alemão deixa tudo mais bizarro ainda. E essa música é mais uma prova disso, e vocês entenderão o porquê.

A canção em questão se trata de “Mein Teil”, presente no álbum “Reise, Reise” lançado em 2004, e logo aviso aos leitores que a origem dessa música pode ser um tanto perturbadora para alguns de vocês, principalmente para aqueles com o estômago mais fraco, então recomendo que pense duas vezes antes de continuar a leitura.

Dado o recado, vamos começar:

A letra da música foi baseada na perturbadora história do canibal alemão Armin Meiwes, conhecido também como “O Açougueiro Mestre”. O caso já começa de forma estranha a partir do momento que o Armin põe um anúncio na internet procurando uma pessoa que se ofereça para ser comida (sim, você não leu errado), e o mais bizarro de tudo é que realmente surge alguém que se voluntariou para tal ato.

Com isso, os dois combinam de se encontrar para que assim, Meiwes o matasse e o comesse. Quando eles finalmente se encontram, as coisas começam a ficar cada vez mais bizarras a partir daí, iniciando pelo fato que antes de tudo os dois se relacionaram sexualmente, e após isso, eles combinam para que Armin corte o pênis de Brandes (o nome do voluntário) e começasse a comê-lo, e assim ele o faz, tendo o próprio Brandes provado um pouco do próprio órgão sexual.

Após isso tudo, Meiwes finalmente mata Brandes, depois pendura o seu corpo em um gancho e começa a fatia-lo. Ainda por cima, Armin gravou todo esse processo em vídeo (e nem me peça o link, não procurei e nem pretendo).

Meiwes guardou o corpo de Brandes em um freezer e ficou se alimentando dele por meses, e quando a carne acabou ele postou um novo anúncio na internet. Sendo que dessa vez um internauta o denunciou e Armin acabou preso e condenado a prisão perpétua.

Sua condenação causa um pouco de polêmica até hoje por causa do fato que tudo que ele fez a Brandes foi concebido pelo mesmo, afinal, ele próprio tinha se voluntariado.

E você aí achando que já tinha visto de tudo na vida.

Para os cinéfilos de plantão, existe um filme baseado nessa história chamado “Cannibal”, lançado em 2006, e dirigido pelo polêmico diretor alemão Marian Dora. Mas, já aviso aqui que esse é aquele tipo de produção recomendada apenas para quem tem estômago blindado (quem já viu algum filme do diretor em questão sabe muito bem do que estou falando).

E acham que acaba por aí? Sabe de nada, inocente.

Pois acreditem se quiser, após o Rammstein lançar a música, o próprio Armin Meiwes processou a banda por isso, e pasmem, não só processou como GANHOU o processo, lhe rendendo assim uma indenização de mais de 5 milhões de euros.

E para fechar com chave de ouro toda essa história bastante peculiar, hoje Armin Meiwes é vegetariano.

Bom, depois disso tudo, ouça logo abaixo a música que o Rammstein inspirado nessa história de louco, e claro, legendado para que todos possam entender bem a sua letra.

Não deixem de conferir a playlist especial do “A História Por Trás da Canção” no Spotify, com essa e todas as outras músicas destrinchadas no quadro até agora:

“Baixe nosso aplicativo na Play Store e tenha todos os nossos conteúdos na palma de sua mão.
Link do APP: https://play.google.com/store/apps/details?id=com.roadiemetalapp
Disponível apenas para Android”

Encontre sua banda favorita