33 anos de estréia do Rock in Rio – O que foi o início do maior festival de Rock do Brasil

A década de 80, como todos já sabem foi a época áurea do advento do Rock e do Metal no mundo.

Embora ele já havia surgido como uma semente fecunda no solo europeu (Especialmente na Inglaterra) e já também nos Estados Unidos, o seu advento perene ou a pulverização no mundo (propriamente do METAL) deu-se neste momento mágico: 30 anos do pós guerra, 20 anos do surgimento dos primeiros acordes de guitarra, 10 anos das rebeldias “free spirit”de Woodstock. Obviamente com datas aproximadas.

O Rock e o Metal estavam prontos para fundirem todo tipo de manifestação herdada do puro yê yê yê de Beatles e Elvis, os sons da periferia de Londres com os holigans e punks imortalizados pelo som dos Sex Pistols e do The Clash, as guitarras de Bill Halley e BB King nas vertentes do Blues e porque não, o Jazz surgira profundo e macio, como uma boa dose de Whisky.

Não esqueçamos então do Progressivo, ou do rock psicodélico que trouxe algo mais para as composições, com músicas longas e “lisérgicas”… No Brasil, começavamos a viver uma importante mudança política no país. Foi em 15 de janeiro de 1985 que o mineiro Tancredo Neves se elegeu o primeiro presidente civil desde o golpe militar de 1964. E foi neste mesmo ano, em 21 de abril – Dia de Tiradentes – que ele misteriosamente falecera, e muitos confirmam ser assassinato. Sua esposa, a também falecida Risoleta, que por acaso era amiga de minha avó, também sabia disso e contou-nos suas desconfianças. Mas vamos à frente ao que interessa.

 

O ano de 1985 também procedia uma época em que o rock já borbulhava nas jovens cabeças pensantes de gente de todo país. No Brasil Blitz, Paralamas do Sucesso, Kid Abelha, Barão Vermelho e outros traziam aos nossos ouvidos pelas rádios e LP´s, as coisas que lhes influenciaram do Rock estrangeiro. Éramos descendentes de importantes influências do Tropicalismo, da Bossa Nova e também avançávamos pelo mundo com grandes bandas como os Mutantes.

O Brasil, que nunca foi aquém em seu potencial musical e artístico havia também descoberto o Metal e um dos seus maiores culpados fora a banda KISS que de forma marcante e como um divisor de águas se apresentou no país em 1983, não sendo o único, mas sendo este um festival de possibilidades auditivas, visuais, transgressoras e comportamentais que tudo tinha a ver com um rock que era mais agressivo, era mais PESADO. Mas também era um teatro de linguas, fogos e peças em metal.

Escritório de “produção” do Rock in Rio:

Roberto Medina percebendo a energia inevitável desta influência grandiosa, como a fumaça de uma bomba atômica no mundo ocidental, investiu naquele que seria um dos mais importantes festivais de rock do mundo: O ROCK IN RIO. O Rock in Rio 85, o primeiro e o inesquecível momento em que nós, brasileiros íamos beber da fonte inesgotável do Rock. Ver os ídolos, conhecer novos, deleitar-se com todo tipo de som que tornaria um grito de rebeldia sã, para qualquer jovem se sentir realmente LIVRE.

Veja a programação

Vamos à separação orgânica:

  • Ney Matogrosso, Erasmo Carlos, Pepeu e Baby, Ivan Lins, Elba Ramalho, Gilberto Gil, Paralamas do Sucesso, Lulu Santos, Blitz, Morais Moreira, Alceu Valença, Kid Abelha, Eduardo Dusek, Barão Vermelho.
  • Whitesnake, Iron Maiden, Queen, Al Jarreau, James Taylor, George Benson, Nina Hagen, Gogo´s, Rod Stweart, Scorpions, AC DC, Ozzy Osbourne, YES, B52´s

Temos então, 10 dias – 11-20 de janeiro – 14 bandas/cantores brasileiros – 14 bandas/cantores estrangeiros.

O Rock in Rio teve várias outras edições e até hoje tem movimentado milhões de pessoas para o evento e tem contado com imensos investimentos e adaptações. Dizem que o Rock in Rio, já deixou de ser Rock há muito tempo. Mas tem coisas interessantes ou absurdas como misturar PABLO VITTAR com THE WHO.

Mas também tem o importante legado de CONTINUAR à levar Rock e METAL para o mundo, pois sem o Rock in Rio, não se popularizava nada este estilo. Será que o Rock está a morrer? Leio essa pergunta todos os dias na timeline do Facebook. E acho que não é nada disso. O Rock/Metal teve seu auge nos anos 80. O Grunge nos anos 90 e depois vieram a Era dos Eletrônicos e tal. Mas tem espaço e comunidades para todos os gostos! Tem tanta gente no mundo! Como alguém pode dizer que um estilo pode morrer? Tem gente demais gostando de tudo quanto é tipo de som. E o Rock e Metal tem SIM muitos seguidores que morrem e nascem todo dia. Eduque seu filho para isso!

Veja algumas fotos e curiosidades sobre o Festival em 1985

O grande patrocinador da noite foi a cerveja Malt 90. Era mesmo a melhor da época. Tudo bem que eu tinha 10 anos, mas eu observava as coisas à volta…rs

Para mim, existia uma sutil similaridade entre:

  • Freddy Mercury

 

  •  Ney Matogrosso

E as bandas:

  • Blitz

  •  B52´s

Como que podem ser tão franzinos e ao mesmo tempo tão possantes? Tão destruidores? #ACDC 

 

A propósito, não era só o Angus Young que usava o visual COLEGIAL. Veja essa foto do Hebert Viana…rs

Acha que PRETO é a cor do Rock? Branco era uma cor bem predominante no cenário da época. 

 

Sem a platéia, o festival não seria nada. Veio gente de TUDO quanto é lado. =)

 

Dizem que o melhor lugar do Festival era uma fonte próxima à estrada do Festival.

Afinal Janeiro é VERÃO no BRASIL.

O lance era ser feliz. 

O melhor show? Muitos esperavam por QUEEN. Mas eu não posso negar. Como eu queria ter 18 anos na época, para poder ir ver de pertinho um dos shows mais malucos do IRON MAIDEN. Cheio de curiosidades, o show do Iron teve desde fogo no palco, como o retorno do Bruce falhar várias vezes e claro, o famoso corte no supercílio, feito por uma guitarra que virou capa da BIZZ e outros veículos da época.

E para acompanhar esse momento, assiste aí o show do Maiden inteiro… <3

Compartilhe:

Tags

Sobre: Verônica Mourão

Verônica Mourão

Sou fãnzona de Metal, Rock´n Roll e Worldmusic. Atuo como redatora de conteúdo, professora de dança e sou apaixonada com história, marketing, viagens e antropologia. Iron Maiden é minha banda preferida no metal, mas ouço qualquer som desse segmento desde os 9 anos de idade diariamente! Verônica Mourão

Você talvez também goste...

Comentários

Inscreva-se em nosso Feed

Esteja atualizado com tudo que acontece na cena Rock/Metal!

Siga-nos!

Comentários Recentes

Siga-nos os bons!