Top 5: melhores álbuns de 1988

by Daniela Farah

Os anos 80 foram tão importantes para o metal que suas referências até hoje são seguidas e grande parte das bandas que lançaram trabalhos na época ainda são capazes de lotar estádios e esgotar ingressos em poucos minutos. E se fazer listas é por si só uma tarefa complicada, escolher cinco álbuns que possam representar os principais lançamentos de 1983, beira quase uma tortura. Os anos 80 foi uma época em que o rock foi considerado supostamente morto, o hard rock tinha perdido a força e o punk já estava começando a ficar ultrapassado, e o New Wave of British Heavy Metal (ou NWOBHM para os íntimos) angariava fãs na Europa e esquentava os ouvidos mais antenados no resto do mundo. O ano de 1988 foi marcado por alguns lançamentos inesquecíveis.

Metallica – …And Justice for All

Considerado um dos mais complexos do Metallica, “…And Justice for All” foi lançado em 25 de agosto de 1988. Esse álbum marcou a história da banda com o som de alta complexidade, também mais progressivo e com letras que traziam declarações políticas. Esse foi o primeiro álbum sem o Cliff Burton, que faleceu de maneira trágica. “…And Justice for All” também marca o flerte do Metallica com o Mainstream. Esse foi um dos álbuns mais vendidos da época, e rendeu um Grammy à banda. Outro ponto interessante é que uma das músicas “One” foi seu primeiro videoclipe.

Metallica – …And Justice for All
Data de Lançamento: 25/08/1988
Gravadora: Elektra Records

Formação:
James Hetfield – Guitarra, Vocals
Lars Ulrich – Bateria
Kirk Hammett – Guitarra
Jason Newsted – Baixo

Faixas:
Blackened, …And Justice for All , Eye of the Beholder, One, The Shortest Straw, Harvester of Sorrow, The Frayed Ends of Sanity, To Live Is To Die, Dyers Eve.

Iron Maiden – Seventh Son of a Seventh Son

O sétimo álbum do Iron Maiden veio com uma simbologia muito interessante. “Seventh Son of a Seventh Son” é um álbum conceitual e conta a história do sétimo filho, do sétimo filho, que nasce com um poder sobrenatural. Também foi o último a contar com sintetizadores nas guitarras e com a formação clássica, com Adrian Smith, que saiu logo depois.

Iron Maiden – Seventh Son of a Seventh Son
Data de Lançamento: 11/04/1988
Gravadora: EMI

Formação:
Bruce Dickinson – vocal
Adrian Smith – guitarra
Dave Murray – guitarra
Steve Harris – baixo
Nicko McBrain – bateria

Faixas:
Moonchild, Infinite Dreams, Can I Play With Madness, The Evil That Man Do, Seventh Son Of A Seventh Son, The Prophecy, The Clairvoyant, Only The Good Die Young

Slayer – South of Heaven

O quarto álbum do Slayer ficou marcado na história da banda como uma mudança no som. Lançado em 5 de julho de 1988, “South of Heaven” teve uma desacelerada nas guitarras e trouxe o que os fãs chamam de um som mais “lento”. Aos poucos, o Slayer foi acostumando os fãs a sua nova sonoridade, mesclando a velocidade, que os deixou conhecidos, com a complexidade no som.

Slayer – South of Heaven
Data de Lançamento: 05/07/1988
Gravadora: Def Jam Recordings

Formação :
Kerry King : Guitarra
Jeff Hanneman : Guitarra
Dave Lombardo : Bateria
Tom Araya : Vocal/Baixo

Faixas:
South of Heaven/Silent Scream/Live Undead/Behind the Crooked Cross/Mandatory Suicide/Ghosts Of War/Read Between the Lies/Cleanse the Soul/Dissident Aggressor (Judas Priest cover)/Spill The Blood.

Soundgarden – Ultramega OK

“Ultramega OK” é a estreia do Soundgarden e, por assim dizer, o começo do grunge. Ainda que essa sonoridade não fizesse muito sucesso na época. O álbum foi lançado em 31 de outubro pela gravadora punk SST, do guitarrista Greg Ginn, líder do Black Flag. Esse, com certeza, não é a obra prima do Soundgarden, mas um debut é sempre um debut, ainda mais quando marca o nascimento de um gênero que ia se desenvolver bastante nos próximos anos.

Soundgarden – Ultramega OK
Data de Lançamento: 31/10/1988
Gravadora: SST Records

Formação:
Chris Cornell – Vocal, Guitarra, Baixo (track 7)
Kim Thayil – Guitarra
Hiro Yamamoto – Baixo, vocal (track 7)
Matt Cameron – Bateria

Faixas:
Flower , All Your Lies , 665, Beyond the Wheel, 667, Mood for Trouble, Circle of Power, He Didn’t, Smokestack Lightning (Howlin’ Wolf cover), Nazi Driver, Head Injury, Incessant Mace, One Minute of Silence.

Them – King Diamond

King Diamond gosta de contar histórias, e “Them” não fugiu a regra. A história aqui ficou tão bem contada que entrou no Top 100 da Billboard. Nesse álbum, King faz parte da história como protagonista.

King Diamond – “Them”
Data de Lançamento: 13/09/1988
Gravadora: Roadrunner Records

Formação:
King Diamond — vocal e teclado
Andy LaRocque — guitarra
Pete Blakk — guitarra
Hal Patino — baixo
Mikkey Dee — bateria

Faixas:
Out from the Asylum, Welcome Home, The Invisible Guests, Tea, Mother’s Getting Weaker, Bye, Bye Missy, A Broken Spell, The Accusation Chair, “Them”, Twilight Symphony, Coming Home.

You may also like

EnglishItalianJapanesePortugueseSpanish