Roadie Metal Cronologia: Mastodon – Remission (2002)

by Jéssica Alves

O ano de 2002 trouxe o peso e a originalidade do Mastodon, banda surgida em Atlanta, nos Estados Unidos, que lançou o seu primeiro álbum, “Remission”. O trabalho surgiu após o EP “Lifesblood” (2001), que foi bem recebido por fãs e pela mídia e chamou a atenção para o som, que tem influências do groove metal, hardcore, punk, stone metal, progressivo, entre outros.

Assim, o Mastodon se tornou uma das mais notáveis bandas na New Wave of American Heavy Metal, movimento inspirado em bandas de Groove Metal e Crossover/Thrash Metal da década de 1990. Riffs de peso, melodia e agressividade se misturam neste álbum de estreia.

A primeira faixa, “Crusher Destroyer” , faz jus ao nome, pois o ouvinte é apresentado a uma avassaladora bateria e riffs. Mas apesar disso, para os fãs do som de peso, alguns momentos podem ser difíceis de assimilar, mas nem por isso perde a qualidade.

Em um clima mais sombrio, “March Of The Fire Ants” mostra poder e a faixa é rica, apresentando as habilidades de cada componente do grupo. Chama a atenção pela originalidade.

“Where Strides The Behemoth” é uma música muito boa, direta, cadenciada e envolvente, mas tem um defeito. Bastante curta, a ponto de a experiência não ter sido completa nas primeiras ouvidas.

Com início diferenciado, “Workhorse” é mais tensa, com uma fantástica percussão, e guitarras agressivas. “Ol’e Nessie” chega suave, mostrando um som mais progressivo da banda. Ótima quebra sem perder o clima. Um momento atmosférico do álbum, em que a guitarra trabalha conduzindo o ouvinte na música, que vai avançando, e o som fica mais pesado e denso.

Sem abrir mão do peso, “Burning Man” tem força e rapidez, novamente, com uma bateria constante e complexa. Porém, não tão interessante quanto as demais faixas até aqui. Apesar de não ser uma música ruim.

“Trainwreck” tem uma guitarra inicial limpa e harmônica, que logo é acompanhada pelo peso da bateria e baixo. A música é mais lenta, mas aumenta o clima para a parte final do álbum.

“Trampled Under Hoof” soa diferente desde o primeiro acorde, tanto ritmicamente quanto com riffs de guitarra. Uma música bastante experimental, mas que mantém a ferocidade de Mastodon. Com vocais, tem vários climas. Não é algo comum de se encontrar no metal.

Mais longa, “Trilobite” começa lenta mas com guitarras fortes e vocal nítido. Com variação de ritmo, também se mostra experimental do Mastodon, em formar um som que seja mais original.

O peso volta em “Mother Puncher” com guitarras bastante influenciadas no thrash/death metal. E finalizando o disco, “Elephant Man”, com quase 10 minutos de melodia em uma faixa instrumental, encerrando de forma mais branda.

Com uma boa produção, mas ainda crua e experimental, “Remission” é uma ótima estreia da banda. Com o passar dos anos o som da banda foi mudando, mas o primeiro álbum soa como uma ótima apresentação ao ouvinte. Uma nova forma de se fazer heavy metal.

TRACKLIST
01-Crusher Destroyer
02-March Of The Fire Ants
03-Where Strides The Behemoth
04-Workhorse
05-Ol’e Nessie
06-Burning Man
07-Trainwreck
08-Trampled Under Hoof
09-Trilobite
10-Mother Puncher
11-Elephant Man

Formação

Brann Dailor
Brent Hinds
Bill Kelliher
Troy Sanders

NOTA: 8,5/10

You may also like

EnglishItalianJapanesePortugueseSpanish