Resenha: Nox Aeterna – Aurora Borealis (2018)

by Tatianny Ruiz

A algum tempo eu ansiava em falar sobre este magnífico trabalho, o álbum ‘Aurora Borealis’,  da banda holandesa de Death Metal Melódico NOX AETERNA lançado de forma independente no dia 22 de abril de 2018 e que trás uma bela capa e um desempenho dinâmico e agressivo que me faz me sentir em casa, sim este é um território pelo qual eu sou apaixonada neste momento, as novas dinâmicas das bandas dos setores extremos e mortais do Metal.

E pra quem não conhece o trabalho destes caras vale a pena abrir os olhos, Nox Aeterna é uma banda de Rotterdam/Holanda integrada pelo vocalista e guitarrista Arnold BoukesDebbie Maasdam na guitarra, Erik de Beijer no baixo, Gerard Baai nas teclas e o baterista James Koppelaar. Formada em abril de 2002, começou como uma banda de Rock Sinfônico. O Nox Aeterna (Noite Eterna, em latim) amadureceu em uma banda experiente com um extenso repertório próprio e um som sólido, inspirados especialmente pelo Metal escandinavo, trazem seu próprio som pesado e melódico por mais de 15 anos.

Mas vamos voltar ao álbum que se trata de um trabalho conceitual com 10 faixas inéditas que levará você a uma jornada através de um mundo frio e traiçoeiro em direção à Aurora Boreal.

Com uma produção limpa e nítida a banda já dispara toda sua artilharia na primeira faixa do álbum, ‘Chasing the North’, com riffs profusos, linhas de bateria que emergem como uma guerra, vocais grunhidos cheios de ira, guitarras frenéticas, tudo envolto em uma atmosfera sinfônica que me soa como as noites de ventos mais violentos aqui nos fiordes noruegueses.

Pra quem acompanha as grandes mudanças no estilo sabe o quanto as bandas atualmente trazem novas ambientações e elementos mas eu posso te dizer, não importa o quanto tradicionalista você seja, faixas como ‘A Harsh Journey’ vão disparar seu coração, um conjunto poderoso que tem em seu corpo o difuso e pulsante trabalho do baixo de Erik de Beijer. Outro detalhe que me agrada muito são alguns pequenos elementos culturais enraizados durante a execução, algo tão sutil mas que encaixa como uma luva.

Rainbow of the Night‘ é outra ótima peça neste quadro, e se o fenômeno natural das auroras despertam paixão e curiosidade então a banda consegue transformar isso em algo tão sinistro quanto eu menos poderia imaginar, sem contar na qualidade dos solos, alguns elementos de Power Metal também podem ser observados em vários pontos.

Finalmente chegamos a faixa título deste potente álbum ‘Aurora Borealis’ e a aceleração da instrumentação em diferentes partes da faixa disparam o coração do ouvinte, a técnica também é fabulosa, o álbum parece girar em um loop infinito hipnotizante, o mesmo fato se repete nas duas faixas a seguir ‘Lost in Darkness‘ e ‘Twist of Fate’.

https://www.youtube.com/watch?v=VSD5eVmlTQE

E eu realmente gosto como a banda trabalha o tempo das faixas e varia entre elementos que vão desde o tradicional Heavy metal até o lado distante do Thrash metal. O trabalho vocal de Arnold Boukes é uma peça chave neste álbum, muitos vocais das linhas guturais costumam se tornar cansativos após algumas faixas mas este definitivamente não é o caso aqui e você poderá identificar isso rapidamente em ‘Destitude Salvation’ onde a sonoridade dispara em uma explosão ardilosa com riffs tão rápidos quanto a morte e batidas tão ríspidas que ecoam na mente, e eu não poderia deixar de citar o trabalho de fundo no backing vocal que trás uma ira a mais a faixa.

E os ventos vão soprar nos fiordes quando ‘Old Man’s Tale‘ começar e eu só posso dizer que isso pra mim é adorável, uma faixa com um pouco de melancolia, um pouco mais lentas que as demais mas igualmente excelente. E alguns elementos bem conhecidos dos fãs de Power metal serão encontrados em ‘The Northern Saga‘ e o conjunto funciona muito bem trazendo aos ouvintes uma linha certeira aos ouvidos com algumas acelerações inesperadas.

Este é o que eu chamo de um álbum de pura energia, cortante e visceral do começa ao fim, então se torna até um pouco triste chegarmos a última faixa ‘The Last Awakening‘ que fecha este poderoso álbum como um dos meus favoritos do estilo em 2018.

Track listing:

01. Chasing the North

 02. A Harsh Journey

03. Rainbow of the Night

04. Aurora Borealis

05. Lost in Darkness

06. Twist of Fate

07. Destitude Salvation

08. Old Man’s Tale

09. The Northern Saga

10. The Last Awakening

Membros da banda:

Arnold Boukes – Vocal e guitarra

Debbie Maasdam – Guitarra

Erik de Beijer – Baixo

Gerard Baai – Teclados

James Koppelaar – Bateria

Facebook Oficial

Site Oficial

  • 9/10
    - 9/10
9/10

You may also like

EnglishItalianJapanesePortugueseSpanish