Paul Weller: “On Sunset” é o 15º registro solo do “Modfather”

by Alessandro Iglesias

“Ainda estou empolgado com as novidades. Acho deprimente quando as pessoas atingem uma certa idade e param de ouvir novas músicas. Tenho 62 anos e ainda estou procurando coisas novas todos os dias. Isso me dá esperança de que ainda haja muita música incrível sendo feita. Música é minha obsessão, é minha educação, é meu entretenimento, é o jeito que eu me comunico, é tudo para mim. Cada faixa aqui reflete essa obsessão”, diz Paul Weller ao falar sobre On Sunset, seu 15º álbum solo. O “The Modfather” revisita seu passado da época do Style Council em todas as experimentações anunciadas, onde grooves ricos e swingados, passeiam por jazz fusion, rock (não poderia faltar para um ex The Jam), elementos eletrônicos, em uma simbiose de vibrações contagiantes!

“Muitas das letras são sobre olhar para trás, do ponto de vista de um homem de sessenta e poucos anos, não com arrependimento ou tristeza, mas com enorme otimismo. Fazer 60 anos pode ser algo que desencadeia algum tipo de crise em muitas pessoas, mas isso me acalmou e me inspirou a criar da melhor maneira. Nos últimos dez anos, desisti da bebida e me limpei. Tenho três filhos pequenos e agora posso ver as coisas com muito mais clareza do que jamais consegui. E acho que isso começou a aparecer nas minhas letras. “, afirmou. E o “tesão” pelo trabalho se consiste no processo, pois Weller se encarregou de todos os instrumentos da gravação, guitarra, baixo, cítara, teclados, pianos e sintetizadores, sendo esta uma rotina do próprio disco (apesar de ter vários convidados especiais). Modfather continua afiadíssimo e apesar dessa retomada sonora, o potente vanguardismo é o que mais se faz presente. Abaixo o making of, e o próprio “On Sunset” disponibilizado:

You may also like

EnglishItalianJapanesePortugueseSpanish