Ozzy Osbourne: ‘Não estou pronto para desligar meu microfone’

by Giovani R. Turazi

Meu desejo é voltar ao palco. Não estou pronto para desligar meu microfone. É para isso que vivo – fazer shows“. Esta foi a declaração de Ozzy Osbourne em entrevista ao programa “Good Morning Britain”. No ano passado (2019) Ozzy já havia interrompido todas suas atividades para shows e eventos ao vivo, uma vez que lutava contra doenças e lesões. Quanto a isso o cantor afirmou: “Eu me exercito o máximo que posso. Tenho um treinador, faço pilates. Tenho massagistas, enfermeiras 24 horas por dia, 7 dias por semana. O melhor remédio que posso ter é estar diante de uma platéia, o que está partindo meu coração, para ser sincero”.

O Madman está confiante por novas apresentações ao vivo em 2020, visando cumprir suas obrigações promocionais de seu novo álbum – “Ordinary Man” –  lançado em 21 de fevereiro.  Cabe relembrar que faz menos de um mês que o “debilitado” cantor havia cancelado seus planos de turnê para 2020, a fim de continuar seu tratamento da doença de Parkinson e outros problemas de saúde – Ozzy deve ir para a Suíça em abril para tratamentos adicionais.

Mesmo diante de tanta “instabilidade” em seu quadro de saúde, Ozzy descarta qualquer possibilidade de não se apresentar vivo novamente. A seguir, um trecho da emocinante entrevista, palavras de superação para qualquer ente vivo:

“Eu irei. Absolutamente. Eu tenho que dizer isso. Sharon me disse: ‘O que você vai fazer se não conseguir?’ E eu disse a ela: ‘Não é uma opção. Tenho que fazê-lo, porque essa é a única coisa que eu já fiz na minha vida. Essa é a única coisa que eu sempre quis fazer. Essa é a única coisa que me senti confiante em poder fazê-lo. Mas você precisa ter um objetivo. E sempre que o homem no andar de cima quiser dizer que acabou, eu tenho que continuar tentando até esgotar todas as avenidas”.

Voce pode assistir a entrevista de Ozzy e Sharon no Good Morning Britain no link abaixo:

Para Ozzy estar à frente de seus fãs é uma missão, é sua vida. E, pelas suas alegações, ele não pretende jogar a toalha por qualquer “doencinha” que lhe acometer. ​​Ele continua dizendo: “Quando você sobe no palco e tem a plateia em suas mãos, você pode sentir amor e vibração, não há droga, não há sexo, não há bebida – nada pode se aproximar desse sentimento“.

No ano de 2003 o cantor recebeu seu primeiro diagnóstico como acometido pela doença de Parkinson. Durante uma aparição no programa “Good Morning America”, Ozzy revelou tal fato. De lá pra cá, ele tem enfrentado a doença como um guerreiro, e têm imprimido ao máximo esforços para se manter ativo em sua vida profissional, mesmo que por inúmeras vezes se vê forçado a sucumbir aos tratamentos de saúde. Em entrevista à Radio.com, Ozzy afirmou que não “cancelou” seus programas, que estes apenas foram “adiados. Em sua declaração, ele esclarece: “Pelo jeito que olho para isso, e conversei com Sharon sobre isso, não posso seguir a estrada até estar 100% confiante de que posso fazer isso. Porque se eu sair agora e eu não puder continuar, as pessoas vão pensar que eu perdi o enredo. Então, eu não vou lá até que eu possa dar o show que eu quero, porque não é justo com eles”.

Em janeiro deste ano, Sharon Osbourne fez uma afirmação de que Ozzy estaria com “Parkin 2” – o que seria um tipo de estágio 2 da doença de Parkinson. Sharon afirmou que: “Existem tantos tipos diferentes de Parkinson… não é uma sentença de morte por nenhuma extensão da imaginação, mas afeta certos nervos do seu corpo. É como se você tivesse um bom dia, e mais um bom dia, e então você tenha um dia muito ruim”.

You may also like

EnglishItalianJapanesePortugueseSpanish