Ian Gillan: “se Ritchie Blackmore não tivesse saído do Deep Purple em 1993, a banda teria acabado”

by Marcos Gonçalves

Ian Gillan diz que Steve Morse ajudou a reconstruir o Deep Purple após o desastroso período final da banda com Ritchie Blackmore.

Blackmore é o co-fundador do Deep Purple e escreveu muitos dos seus riffs mais memoráveis, incluindo “Smoke On The Water“, mas ele não toca com o grupo desde a sua partida em 1993.

Morse efetivamente assumiu o lugar de Blackmore em 1994 e desde então está no grupo há mais tempo que Ritchie.

Durante uma nova entrevista com Eddie Trunk da SiriusXM, Gillan elogiou as contribuições de Morse para o Deep Purple, dizendo: “Quando ele veio a bordo, ele reacendeu a banda. Nós estávamos muito pra baixo. Quero dizer, [o guitarrista] Joe Satriani nos salvou de um afogamento completo e nos tirou do buraco, mas Steve estava lá para nos ajudar a reconstruir com o álbum ‘Purpendicular‘, e daí em diante, embarcamos em um regime completamente diferente, com uma maneira diferente de trabalhar e tudo mais. Ele tem sido ótimo.

Perguntado se era extremamente difícil para Morse substituir um guitarrista icônico como Blackmore, o cantor disse: “Você deve se lembrar de algumas coisas. O Deep Purple estava afundando com Ritchie. Estávamos tocando em casas de esquina na Europa, que é um dos nossos territórios mais fortes — na Alemanha. Espaços menores, e eles nem estavam cheios. Então, se tivéssemos continuado assim e se Ritchie não tivesse saído, teríamos terminado; isso teria sido o fim disso. E a outra coisa foi a resposta de Steve a essa pergunta quando fizemos nossas primeiras entrevistas coletivas. Quando alguém lhe perguntou: ‘Como se sente ao encher os sapatos de Ritchie Blackmore?’ E ele disse: ‘Até onde eu sei, Ritchie levou seus sapatos com ele quando ele deixou a banda’.

Blackmore foi recentemente citado dizendo que gostaria de fazer um último show com o Deep Purplepor razões de nostalgia“. Ele também sugeriu anteriormente que o empresário da banda o impediu de se juntar a eles no palco durante a cerimônia de posse do Rock And Roll Hall of Fame de 2016, e ele usou isso como uma desculpa para não participar do evento.

Apesar de Blackmore não aparecer no Rock Hall, ele foi citado vários vezes durante os discursos de admissão dos membros do Deep Purple presentes. Além disso, o baterista do Metallica, Lars Ulrich, que introduziu o Deep Purple na instituição, elogiou “Ritchie fucking Blackmore” por um dos riffs de guitarra mais memoráveis ​​de todos os tempos em “Smoke On The Water“.

Fonte: Blabbermouth

You may also like

EnglishItalianJapanesePortugueseSpanish